icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/11/2013
17:26

Festa de um lado, festa do outro. Se do lado do Corinthians terá as despedidas de Tite e Alessandro do Pacaembu e da torcida fiel, pelo lado colorado o meia D'Alessandro, ídolo recente da história do clube gaíucho, completa 250 jogos com a camisa colorada. Os festejos dão uma pimenta a mais no duelo das 21h deste sábado, já que as equipes não brigam por nada no Brasileirão.

A marca chega para coroar uma temporada individual das melhores da carreira do argentino. Atualmente, é o goleador colorado no ano, com 20 gols. É também quem mais atuou em 2013, com 56 partidas oficiais. Também lidera as assistências, com 14 passes para golsa. Chegou aos 50 gols com a camisa vermelha, algo inédito na carreira.

- É mais um número que me deixa contente. Individualmente, o ano foi muito bom, um dos melhores da minha carreira no Inter. Pena que não conseguimos alcançar os objetivos do coletivo, mas isso acontece, é do futebol. Nem sempre se pode conquistar tudo que é planejado. Estamos muito interessados agora em fazer o que está ao nosso alcance para terminar bem - disse D'Alessandro, via site oficial.

O meia atingirá a marca ainda com dores na coxa esquerda. O camisa 10 sentiu desconforto muscular no treinamento anterior ao empate com o Coritiba, mas entrou em campo mesmo assim. Ficou de fora de treinamentos na semana, ainda se ressente de incômodo no local, mas irá atuar.

D'Ale chegou ao clube no segundo semestre de 2008. Logo naquele ano, já acabou campeão da Copa Sul-Americana e caiu nas graças da torcida. Ainda venceu a Copa Surugua, em 2009, a Libertadores, em 2010, e a Recopa, no ano seguinte. Venceu também quatro estaduais. Disputou 19 Gre-Nais, com oito vitórias, sete empates e quatro derrotas. Marcou sete gols no Grêmio e nunca perdeu quando balançou a rede no clássico.