icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/06/2014
08:22

O discurso de Enderson Moreira sempre teve este teor. Mas o treinador do Grêmio ganhou um apoio de peso para suas ideias com a Copa do Mundo no Brasil. O estilo de jogo da competição tem agradado ao comandante tricolor. Mas não só isso: a mentalidade das equipes em buscar a vitória a todo momento, também.

O técnico sempre utilizou esta justificativa em suas entrevistas durante o ano. Destacou que sua equipe sempre vai querer a vitória, contra quem for, e não vai se fechar. É o principal ponto ressaltado pelo comandante gremista até as oitavas de final.

- Temos que ressaltar o bom nível técnico da Copa, times jogando para vencer, aquilo que aprecio, equipes voltadas para protagonizar o jogo. Ter posse de bola, transição rápida da defesa para o ataque e do ataque para a defesa. Até o momento temos tido uma Copa do Mundo de excelente nível técnico - explicou Enderson Moreira.

Outro ponto citado nas entrevistas no Estádio Olímpico, pelo Grêmio, foi a dinâmica dos jogadores de meio-campo. Aquele destruidor, que rouba bolas e não sabe o que fazer depois, está desaparecendo.

- O que tenho visto na copa do mundo é uma dinâmica de jogo impressioannte, jogadores que jogam no meio, com chegada na frente - avaliou o comandante.

- O que chama a atenção para mim, e acho que é a tendência, é a dinâmica de jogo, estar marcando e atacando no meio-campo, ajudando o pessoal da frente também - comentou Ramiro, que cumpre esta função no Tricolor.

Dos esquemas táticos apresentados, a formação com três zagueiros e dois laterais fechando a linha defensiva também foi ressaltada por Enderson. O treinador afirmou que é uma opção interessante para se proteger mais na defesa e montar uma equipe mais defensiva.