icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/12/2013
15:52

A terceira edição da Copa Coca-Cola Brasil terminou no último sábado com as duas finais, masculina e feminina, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. A competição é disputada por atletas sub-14 mais a inscrição de três atletas que tenham 15 anos.

Entre as mulheres o troféu ficou com a equipe do Glorioso Verdão, de Curitiba, que venceu o Aliança Futebol Clube, de Goiânia, por 1 a 0. O gol foi marcado de pênalti por Maria Eduarda, ainda no primeiro tempo.  É o bi da equipe paranaense, já que no ano passado ela sagrou-se campeã com o nome de Coritiba Cancun.

Nos homens o título foi para o Rio Grande do Sul. A Sociedade Esportiva Novo Horizonte, de Santa Maria, superou o AERT (Associação Recreativa Tubarão), do Espírito Santo, também pelo placar de 1 a 0, gol marcado por Pedro Guilherme. As duas finais foram apitadas por Wilson Luiz Seneme, árbitro Fifa (SP).

A maior parte da festa ficou guardada para o final. Durante a finalíssima dos garotos, uma comissão julgadora formada por cinco pessoas: a jogadora Marta, Andrés Kiger e Florian Haensch, diretores de marketing da Coca-Cola Brasil, Flávio Adauto, organizador da parte técnica da competição, e Rafael Bullara, editor do LANCE! São Paulo, acompanharam a partida de uma sala restrita para formar uma seleção que representará o Brasil em um amistoso em janeiro do ano que vem, no Egito. Foram escolhidos dez atletas mais aquele que melhor representou o fair play na decisão.

Após a entrega dos troféus de campeões e vices, o comunicado dos 11 atletas ficou a cargo da camisa 10 da Seleção feminina de futebol. Os garotos foram chamados um a um no palco da festa e se emocionaram.