icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/02/2015
17:00

Após o empate sem gols no tempo normal, a República Democrática do Congo derrotou a Guiné Equatorial nos pênaltis, por 4 a 2, neste sábado, e faturou o terceiro lugar na Copa Africana de Nações em duelo fraco tecnicamente e sem muitas emoções.

Apresentando bom volume de jogo e boas jogadas, os dois times tiveram algumas chances de abrir o marcador. No entanto, pecaram nas finalizações e consagraram os goleiros Ovono, da Guiné Equatorial, e Kidiaba, do Congo. Após os 90 minutos, o placar continuou em igualdade e a decisão ficou para os pênaltis.

Kidiaba, que é conhecido por suas usuais dancinhas, pressionou Balboa, primeiro a bater para os anfitriões, dando mortal à frente do gol. A pressão funcionou e Balboa não acertou o gol.

Logo após, o RD Congo converteu. Kidiaba pegou o segundo pênalti, deixando os visitantes em vantagem. O Congo não desperdiçou nenhuma das cobranças e venceu a disputa. Acompanhado por seus companheiros, Kidiaba fez a consagrada dancinha da vitória.

Assim como em 1998, a RD Congo faturou a terceira colocação na CAM.