icons.title signature.placeholder Gabriel Cassar
17/02/2015
12:49

Um pai com muitos filhos. Assim pode ser definida a "família" de Alexandre Borges, professor de tênis, responsável por coordenar toda a equipe de boleiros no Rio Open 2015. Ao lado da esposa Paula, o carioca comanda o programa "Tênis na Lagoa", que ensina a modalidade para crianças de comunidades carentes (e quem mais estiver interessado em aprender).

- Tudo começou em 2004. Eu promovia "aulões" gratuitos de tênis e a molecada sempre vinha me perguntar quando teria outra. Resolvi tirar meu sonho do papel -, afirmou Alexandre, que não esconde o orgulho pelo crescimento do programa.

- Começamos com 60 alunos por aula. Hoje, são mais de 200. Já passaram mais de 1700 crianças e jovens pelas nossas mãos, vindos de comunidades como Rocinha, Vidigal, Pavão-Pavãozinho, Cantagalo, Rio das Pedras e etc.

Sem patrocínio, Alexandre tira tudo o que precisa para levar o projeto em frente do próprio bolso, além de parcerias pontuais. Após 7 meses tentando, conseguiu o apoio da Prefeitura do Rio de janeiro, que cedeu as quadras do bairro da Lagoa para a realização das aulas. Embora goste de "resolver as coisas sozinho", o carioca lamenta a falta de apoio.

- O custo de viajar, de ter uma preparação de ponta, um material correto, um tênis adequado... Tudo isso acaba fazendo diferença. Se eu tivesse uma base melhor, acredito que formaríamos jogadores ainda melhores.

A carência de recursos, porém, não impediu que o projeto social de Alexandre formasse tenistas de ponta. Isaías, número 50 do Brasil, e Tamara, 40, são dois jovens oriundos do Tênis na Lagoa. Ambos vêm subindo no ranking nacional, alcançando semifinais e finais de torneios importantes no circuito brasileiro. Para o professor, no entanto, mais importante que formar novos nomes no tênis brasileiro é ajudar na construção de cidadãos melhores.

- Mesmo que os garotos não se transformem em atletas, eles vão abrindo os horizontes treinando aqui. O esporte ocupa a vida deles, diverte e afasta eles de atividades erradas. Esse é o meu principal objetivo aqui no projeto: formar cidadãos, pessoas boas, de caráter. Nada melhor do que o esporte para alcançar isso.

O projeto social "Tênis na Lagoa" retomará as atividades no dia 1º de Março. As atividades ocorrem de 9h às 11h e de 13h às 18h, de segunda à sexta, na quadra de tênis da Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro.