icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
01/11/2014
09:05

Repleto de jogadores lesionados, além de alguns outros com forte desgaste físico, o técnico Levir Culpi irá depender novamente das conversas com os atletas do Atlético-MG para definir os onze titulares do Galo contra o xará paranaense. A partida do time mineiro contra o Furacão está marcada para às 19h30 deste domingo, mas o treinador alvinegro não quer chegar para a decisão contra o Flamengo, na próxima quarta-feira, pela Copa do Brasil, com seus jogadores exaustos e por isso vai conversar com os jogadores antes de definir o time que entra em campo em Curitiba.

- Não quero falar sobre a escalação. Não é para fazer mistério, mas é que ainda estou pensando. O Marcos Rocha e o Dátolo não vão (para Curitiba), atuaram 90 minutos nos últimos jogos, então ainda quero esperar mais um pouquinho. Gosto de conversar com os jogadores e a partir daí pensarei na equipe - comentou o treinador.

MAIS:
> Galo tem Leo Silva e Jô, mas poupa Rocha e Dátolo no Sul
> Atlético-MG agenda data das eleições para presidente
> Galo x Flamengo: Mais de 25 mil ingressos já vendidos

Ainda em Belo Horizonte, Levir Culpi comandou mais um treino leve na ciadde do Galo. O técnico poupou os principais jogadores, liberando as atividades com bola apenas para os reservas e quem não atuou contra o Flamengo no meio de semana, no Maracanã. Na noite da última sexta-feira, a delegação alvinegra embarcou para a capital paranaense. Dentre os relacionados, o retorno de Jô e Leonardo Silva são as novidades. Em contrapartida, Marcos Rocha e Dátolo foram poupados e ficaram em BH.

- É mais um jogo de um grau de dificuldade muito grande, sou de lá e posso afirmar isso, então, temos que ir pensando no melhor, mas o jogo vai ser muito difícil - acrescentou Levir.

Neste sábado, o Atlético-MG realiza um último treinamento às 10h já na capital paranaense. Somente durante o treinamento, Levir deverá esboçar alguma formação para o time que entra em campo na Arena da Baixada.