icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/07/2014
19:20

James Rodríguez bem que tentou. Distribuiu passes precisos, sofreu para escapar da implacável marcação de Fernandinho e até marcou de pênalti o único gol da Colômbia diante do Brasil. O talento do camisa 10 cafetero, agora com seis gols na Copa do Mundo, não foi suficiente para evitar a empolgação e a vaga na semifinal dos canarinhos.

Ciente dos perigos que o astro colombiano poderia provocar, Luiz Felipe Scolari colocou Fernandinho para marcá-lo em todos os cantos do gramado da Arena Castelão. O volante não poupou entradas duras para tentar intimidar o artilheiro do Mundial e conseguiu, na maior parte do tempo, mantê-lo sob controle. Depois de 'caçarem' James durante o jogo, os brasileiros David Luiz e Daniel Alves foram os primeiros a consolá-lo após o apito final.

- Tenho que levantar a cabeça e dizer obrigado à Colômbia por tudo o que fizeram. Agradeço muito por terem mantido a fé. Estamos felizes por termos chegado aqui, mas queríamos continuar. Estamos tristes, porém orgulhosos. Erramos e por isso não conseguimos seguir. Os homens também choram - declarou o meia ainda no gramado.

Abalado com a eliminação da Colômbia diante do Brasil, que agora enfrenta a Alemanha no Mineirão, James Rodríguez preferiu deixar de lado os feitos individuais que conquistou na Copa do Mundo. Os seis gols, três deles golaços, deram lugar aos elogios aos companheiros de uma histórica geração colombiana.

- Estamos tristes, mas temos que nos sentir orgulhosos, porque fizemos nosso papel. É bom, mas ainda falta muito. Há vários jogadores bons que têm quatro gols. Estou tranquilo porque pude ajudar. É uma geração jovens que pode dar muitas alegrias - destacou.