icons.title signature.placeholder David Nascimento
22/06/2014
08:19

Na espera por recuersos para buscar reforços para o restante da temporada, o Flamengo ainda depende do crivo do Conselho de Administração, que marcou votação para a próxima sexta-feira a aprovação do empréstimo de R$ 8.5 milhões provenientes do Banco BMG. A pauta, entretanto, ainda precisa de um parecer do Conselho Fiscal, que se reunirá na terça-feira.

A tendência é de que o Fiscal aprove, já que a maioria faz parte da situação. Mesmo se passar, a situação pode não ser muito favorável para a diretoria rubro-negra já que alguns conselheiros pretendem reprovar o empréstimo, alegando que este será o segundo, de valores bem similares em um período de uma semana, além que os juros deste empréstimo com o banco estão cotados em 1,6% ao mês, em um parcelamento de dois anos.

No último dia 13, o Rubro-Negro pegou um empréstimo de R$ 9 milhões com o Complexo Maracanã Entretenimento S.A. – descontados de parte da renda de bilheteria e totalidade do camarote em partidas disputadas pelo Flamengo no estádio. O valor deve ser pago até o início de 2016. Este valor seria para suprir as carências do time, porém, teve de ser remanejado para arcar com vencimentos em atraso.

Com estes R$ 8,5 milhões, o Rubro-Negro chegará ao limite dos valores "pré-aprovados" pelo clube para empréstimos na projeção de orçamento realizada nesta temporada, que totaliza R$ 35,5 milhões.