icons.title signature.placeholder Frederico Ribeiro
icons.title signature.placeholder Frederico Ribeiro
18/07/2013
18:14

A Unidade Disciplinária da Conmebol agiu rápido e de maneira característica à um orgão que surgiu neste ano com o intuito de apagar a imagem de vista grossa da entidade. E os arremessos de pedras e uma garrafa de refrigerante cheia feita pela torcida do Olimpia, na direção de Ronaldinho Gaúcho, na primeira final da Libertadores, foi alvo de uma abertura de investigação por parte da Sul-Americana.

- No dia de hoje (quinta-feira), na Unidade Disciplinária da Confederação Sul-americana de Futebol abriu um expediente disciplinário ao Club Olimpia, finalista da Copa Bridgestone Libertadores 2013. O procedimento disciplinário se procede devido ao lançamento de objetos (pedras e uma garrafa de refrigerante cheia) a um jogador do Atlético Mineiro, quando este se despôs a cobrar um tiro de canto. O clube paraguaio se encontra em prazo para apresentar as alegações de sua defesa, posteriormente, o caso será remetido ao Tribunal de Disciplina da Conmebol para que se faça as medias disciplinares que eventualmente, serão consideradas aplicáveis - diz a notícia publicada no site oficial da entidade.

Para o advogado Carlos Portinho, se o arremesso de pedras em Ronaldinho for classificado como uma atitude de grave risco para a segurança do envolvido, há chances de ocorrer até a proibição de presença de torcedores do Olimpia na partida de volta da final, no Mineirão, no dia 24 de julho. Há 1680 ingressos para os decanos em terras mineiras.

ACADEMIA LANCE! - Dr. Carlos Portinho, especialista em direito desportivo

"Eu só vi fragmentos da partida entre Olimpia e Atlético-MG. Mas o que posso dizer é que a Conmebo, esse ano, tem sido rigorosa a ponto de surpreender os clubes e seus advogados. Nós, que costumamos representar alguns clubes, estamos com essa certeza de que a Conmebol passou a responder rapidamente a este tipo de situação que você me descreveu. O que a aproxima da Procuradoria do nosso Tribunal Esportivo (STJD). Só que ela tem sido muito rigorosa no procedimento, o que  tem desagradado a alguns advogados. Pricipalmente porque ela não permite a produção de provas para a defesa, como a captura de um testemunho. Então, neste aspecto, o sistema brasileiro acaba sendo mais democrático"

A Unidade Disciplinária da Conmebol agiu rápido e de maneira característica à um orgão que surgiu neste ano com o intuito de apagar a imagem de vista grossa da entidade. E os arremessos de pedras e uma garrafa de refrigerante cheia feita pela torcida do Olimpia, na direção de Ronaldinho Gaúcho, na primeira final da Libertadores, foi alvo de uma abertura de investigação por parte da Sul-Americana.

- No dia de hoje (quinta-feira), na Unidade Disciplinária da Confederação Sul-americana de Futebol abriu um expediente disciplinário ao Club Olimpia, finalista da Copa Bridgestone Libertadores 2013. O procedimento disciplinário se procede devido ao lançamento de objetos (pedras e uma garrafa de refrigerante cheia) a um jogador do Atlético Mineiro, quando este se despôs a cobrar um tiro de canto. O clube paraguaio se encontra em prazo para apresentar as alegações de sua defesa, posteriormente, o caso será remetido ao Tribunal de Disciplina da Conmebol para que se faça as medias disciplinares que eventualmente, serão consideradas aplicáveis - diz a notícia publicada no site oficial da entidade.

Para o advogado Carlos Portinho, se o arremesso de pedras em Ronaldinho for classificado como uma atitude de grave risco para a segurança do envolvido, há chances de ocorrer até a proibição de presença de torcedores do Olimpia na partida de volta da final, no Mineirão, no dia 24 de julho. Há 1680 ingressos para os decanos em terras mineiras.

ACADEMIA LANCE! - Dr. Carlos Portinho, especialista em direito desportivo

"Eu só vi fragmentos da partida entre Olimpia e Atlético-MG. Mas o que posso dizer é que a Conmebo, esse ano, tem sido rigorosa a ponto de surpreender os clubes e seus advogados. Nós, que costumamos representar alguns clubes, estamos com essa certeza de que a Conmebol passou a responder rapidamente a este tipo de situação que você me descreveu. O que a aproxima da Procuradoria do nosso Tribunal Esportivo (STJD). Só que ela tem sido muito rigorosa no procedimento, o que  tem desagradado a alguns advogados. Pricipalmente porque ela não permite a produção de provas para a defesa, como a captura de um testemunho. Então, neste aspecto, o sistema brasileiro acaba sendo mais democrático"