icons.title signature.placeholder Luiz Gustavo Moreira e Paulo Victor Reis
26/12/2013
08:11

Toda criança apaixonada por futebol almeja, um dia, tornar-se jogador profissional e brilhar pelo time de coração. A esmagadora maioria, contudo, fica pelo caminho. Outros, porém, lutam até o fim para viver o sonho. Em General Severiano, os meio-campistas Sidney e Daniel – os dois de 19 anos – realizarão, enfim, o tão cobiçado objetivo.

Os dois são os únicos integrantes da equipe de juniores de 2013 que estão confirmados no elenco profissional no próximo ano. E já devem ter chances logo no início da temporada. Afinal, o técnico Eduardo Hungaro – que trabalhou com ambos na base – afirmou que utilizará um "time B" no Estadual.

– Para quem está subindo agora, o Carioca é uma Copa do Mundo. Temos que arrebentar para ganhar moral e conquistar espaço no elenco – disse o volante Sidney, ao LANCE!Net.

Diferentemente do amigo que fez nos nove meses que está em General Severiano, o mineiro Daniel é mais comedido, mas também destaca a importância do Carioca.

– A possibilidade de jogar fica maior, mas ainda tenho de provar isso nos treinos e me dedicar da mesma maneira que faria se não fossem feitos dois times – falou Daniel ao L!Net.

Se forem bem no Carioca, o torneio de menor importância entre os que o Glorioso disputará no ano que vem, Daniel e Sidney podem dar um salto enorme e, quem sabe, parar na lista de 30 inscritos para a Copa Libertadores, principal competição de clubes da América do Sul. Uma guinada enorme para quem foi campeão do Torneio OPG de Juniores em novembro deste ano.

– Sempre quis subir. Meu próximo sonho é ter oportunidades no time e vou trabalhar para estar pronto. Mas meu sonho mesmo é ganhar a Libertadores pelo Botafogo e virar ídolo da torcida – revelou Sidney.

Enquanto brigam por um lugar ao sol, como diz o samba da Mocidade: "sonhar não custa nada!".