icons.title signature.placeholder Bruno Cassucci e Eduardo Mendes
13/12/2013
06:10

A diretoria do Santos sabe da concorrência do São Paulo para contratar o atacante Vargas, mas segue confiante em fechar com o chileno. O Peixe, inclusive, definiu a próxima semana – possivelmente quarta-feira – como prazo para acertar com o jogador de 24 anos. Na próxima segunda-feira, o superintendente de esportes do clube, André Zanotta, embarca para a Itália para negociar os últimos detalhes da transferência com o Napoli, dono dos direitos econômicos do atleta, e já redigir o contrato de empréstimo de um ano e meio.

A viagem estava prevista há duas semanas, mas foi adiada. Zanotta será acompanhado por Paulo Affonso, empresário que tem bom trânsito no Napoli e é aliado do Santos na negociação.

Com o jogador, já há um acerto. Um representante do chileno se reuniu com a diretoria alvinegra recentemente e acertou salários e outros termos de contrato. Vargas demonstra empolgação em atuar ao lado do compatriota Mena, que já lhe deu referências do Peixe.

O empréstimo terá o custo de R$ 2,2 milhões ao Santos. O valor será abatido das parcelas que o Napoli deve pela contratação do goleiro Rafael, no meio desta temporada.

Outra condição do negócio é que o Napoli poderá negociar o jogador já após a Copa do Mundo do ano que vem. O Peixe terá a preferência da compra e ficará com uma porcentagem da transferência caso decida não cobrir a proposta.

Vargas tem uma namorada gaúcha, mas não se importa de trocar o Rio Grande do Sul por São Paulo. No Grêmio, ele não conseguiu jogar seu melhor futebol, fez nove gols em 37 partidas e chegou a ficar na reserva. A relação entre ele e Renato Gaúcho, que não deve ficar no clube, não é muito boa. O contrato dele como Napoli vai até o meio de 2016.