icons.title signature.placeholder Felipe Domingues
10/07/2014
04:00

Com um escândalo de gastos e o maior orçamento da história dos Jogos Pan-Americanos, Toronto busca um apoio para manter o apoio aos Jogos: o legado. O Comitê Organizador do Pan de 2015, decidiu pela construção de dez novas sedes para os eventos esportivos, além de atualizar 15 já existentes e montar 6 instalações para treinos.

Além de "colocar em pé" as instalações para os 38 esportes que fazem parte do programa do Pan, a cidade se preocupou em como manterá os locais, quando os mesmos não recepcionarem eventos. Para isso, foi criado o “Fundo de Legado”, que permitirá a operação dos locais por até, no mínimo, 20 anos após o fim do Pan.

O Estádio de Atletismo, na Universidade de York, um Velódromo Internacional e o complexo de piscinas, na Universidade de Toronto, serão beneficiados por esse fundo. Além disso, todos os complexos seguirão em operação para a população.

No transporte, um trem expresso que liga o Aeroporto Internacional de Pearson ao centro da cidade de Toronto já está em fase final de obras, e seguirá em uso pela população após o término do Pan.

Além disso, o Comitê e o Ministério do Esporte de Ontario (província onde Toronto se encontra), tem como orgulho a construção da Vila dos Atletas. O local, "nascido" de um terreno contaminado, servirá como uma academia após seu uso nos Jogos e levou à criação de 234 moradias.

- Fizemos o processo de descontaminação e construímos toda a estrutura. Criamos casas próximo à região e agora as pessoas menos afortunadas terão a oportunidade de ter um lar. Estamos muito orgulhosos desse investimento. O verdadeiro beneficiado com isso será o povo de Ontario. É um investimento inteligente do nosso governo - comentou o Ministro do Esporte de Ontario, Michael Coteau, em entrevista exclusiva ao LANCE!Net.