icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/11/2013
11:13

No penúltimo treinamento antes de viajar para São Paulo, onde enfrenta o Santos, no domingo, às 17h, em Presidente Prudente, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Fluminense contou com o retorno de Wágner, que havia ficado apenas na academia na última quarta-feira, e Valencia, que estava com a seleção da Colombia para os jogos diante de Bélgica e Holanda, nos dias 15 e 18 de novembro, respectivamente.

Como de costume, o aquecimento dos jogadores foi com bola logo no início das atividades, que durou cerca de 20 minutos. O preparador físico Celso de Rezende exigiu bastante dos atletas tricolores durante a atividade.

Logo após o treinamento físico, os jogadores foram divididos em duas equipes para o treinamento tático comandado por Dorival Júnior. O técnico do Fluminense esboçou novamente a equipe que deve enfrentar o Santos com Diego Cavalieri, Igor Julião, Anderson, Leandro Euzébio e Digão; Edinho, Jean e Wágner; Rhayner, Rafael Sobis e Samuel. Enquanto a outra equipe foi formada com Klever, Wellington Silva, Wellington Carvalho, Elivélton e Rafinha; Willian, Valencia e Felipe; Marcelinho, Biro Biro e Robert.

Com o forte sol que climatizava o treino do Fluminense, Dorival deu um intervalo para os jogadores. Após a parada, o técnico do Flu trocou Samuel por Valencia e Rhayner por Biro Biro. O time titular então ficou com Diego Cavalieri, Igor Julião, Anderson, Leandro Euzébio e Digão; Edinho, Valencia, Jean e Wágner, Biro Biro e Rafael Sobis.

Numa dividida com Samuel no meio do campo, Leandro Euzébio machucou o tornozelo esquerdo e saiu de campo mancando. Com a ausência do zagueiro, Edinho foi para a zaga e Samuel voltou à equipe titular.

Durante o treino tático, Dorival Júnior seguiu a risca o seu jeito de trabalhar. Ele gritou muito, gesticulou e paralisou o treinamento muitas vezes para orientar os jogadores. A todo momento, o técnico do Fluminense pedia para seus jogadores trabalharem a bola, trocarem passes e marcarem sob pressão quando o time perdia a bola no ataque.

Ao término do treino tático, Dorival Júnior reuniu todo o elenco e comissão técnica para uma conversa no meio do campo e selecionou os atacantes e laterais para treinarem jogadas de pivôs, para os centroavantes, e infiltrações na diagonal, para os laterais.

Diguinho voltou a aparecer no campo, mas ficou apenas no trabalho de recodicionamento físico. O volante segue sem trabalhar com bola. Já Bruno não apareceu nesta quinta-feira, assim como Fred. A novidade fica por conta da presença de Carlinhos. O lateral tricolor não é mais esperado para 2013, no entanto, continua trabalhando forte. Ele apareceu no campo, mas ficou apenas no trabalho de fisioterapia.