icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/07/2013
16:31

Contra o Oeste, o Palmeiras contará com a volta de Valdivia. Sem jogar desde o dia 14 de março, por conta de uma lesão na coxa direita, o chileno está recuperado e participou de três jogos-treino durante a pausa para a Copa das Confederações - fez gol, deu assistências, e conta com a confiança do técnico Gilson Kleina. Segundo ele, o camisa 10 é "fora de série".

- O Valdivia tecnicamente é fora de série. Nos dá uma qualidade, dá criatividade, articulação. Por aquilo que vimos no treino, ele está com mais dinâmica, força. Claro que vamos continuar na administração. É importante para todos nós, mas é claro que, se pudermos dar uma sequência, monitorando da melhor maneira, vai ser a receita para termos o Valdivia no segundo semestre. Acho que chegou o grande momento do Valdivia no Palmeiras - analisou o técnico.

Além de Fernando Prass, de volta após luxação na clavícula esquerda, o comandante contará com a volta de Luis Felipe. O jovem lateral-direito, vindo das categorias do clube, retornou de empréstimo do Penapolense e jogará, pois Ayrton está na mira da Portuguesa e nem foi relacionado pelo treinador. Apesar da pouca experiência no time profissional do Verdão, Kleina deu apoio ao novo titular.

- O Luis Felipe conhece muito bem a posição. Vi um campeonato dele espetacular no Penapolense. Pelo número de jogos, ele jogou mais do que esperava, mostra ter uma valência de lateral muito boa, com força e chegada. A primeira opção é marcar e depois apoiar, e ele está fazendo isto. É da base, já teve chances, foi emprestado e agora adquiriu experiência. Vai ter toda nossa confiança, tenho certeza que a torcida vai apoiar, porque ele é merecedor - analisou o técnico, que agora vê o time pronto para ter uma retomada na competição.

- A parada foi muito importante, porque conseguimos recuperar jogadores extenuados, agora deu tempo para repousar, vieram jogadores que estavam no departamento médico, em transição, fizemos contratações também. Lapidamos algumas situações, demos variáveis de sistema. Foi de grande valia esta parada. Vamos em busca do recomeço com o pé direito, e agora que, dentro de Presidente Prudente, a gente consiga ter uma retomada forte - completou.

Contra o Oeste, o Palmeiras contará com a volta de Valdivia. Sem jogar desde o dia 14 de março, por conta de uma lesão na coxa direita, o chileno está recuperado e participou de três jogos-treino durante a pausa para a Copa das Confederações - fez gol, deu assistências, e conta com a confiança do técnico Gilson Kleina. Segundo ele, o camisa 10 é "fora de série".

- O Valdivia tecnicamente é fora de série. Nos dá uma qualidade, dá criatividade, articulação. Por aquilo que vimos no treino, ele está com mais dinâmica, força. Claro que vamos continuar na administração. É importante para todos nós, mas é claro que, se pudermos dar uma sequência, monitorando da melhor maneira, vai ser a receita para termos o Valdivia no segundo semestre. Acho que chegou o grande momento do Valdivia no Palmeiras - analisou o técnico.

Além de Fernando Prass, de volta após luxação na clavícula esquerda, o comandante contará com a volta de Luis Felipe. O jovem lateral-direito, vindo das categorias do clube, retornou de empréstimo do Penapolense e jogará, pois Ayrton está na mira da Portuguesa e nem foi relacionado pelo treinador. Apesar da pouca experiência no time profissional do Verdão, Kleina deu apoio ao novo titular.

- O Luis Felipe conhece muito bem a posição. Vi um campeonato dele espetacular no Penapolense. Pelo número de jogos, ele jogou mais do que esperava, mostra ter uma valência de lateral muito boa, com força e chegada. A primeira opção é marcar e depois apoiar, e ele está fazendo isto. É da base, já teve chances, foi emprestado e agora adquiriu experiência. Vai ter toda nossa confiança, tenho certeza que a torcida vai apoiar, porque ele é merecedor - analisou o técnico, que agora vê o time pronto para ter uma retomada na competição.

- A parada foi muito importante, porque conseguimos recuperar jogadores extenuados, agora deu tempo para repousar, vieram jogadores que estavam no departamento médico, em transição, fizemos contratações também. Lapidamos algumas situações, demos variáveis de sistema. Foi de grande valia esta parada. Vamos em busca do recomeço com o pé direito, e agora que, dentro de Presidente Prudente, a gente consiga ter uma retomada forte - completou.