icons.title signature.placeholder Guilherme Cardoso
08/03/2014
10:49

Uma cerimônia simples, que contou muito bem a história do país e enalteceu personalidades e ídolos esportivos do país. Foi dessa maneira que ocorreu a abertura dos Jogos Sul-Americanos do Chile, na noite de sexta-feira, em Santiago (CHI).

A festa teve duração de 1h30 e contou com as arquibancadas do Estádio Nacional lotadas. Nem todos os lugares estavam disponíveis para o público. Mas as cadeiras onde as pessoas podiam sentar estavam quase todas ocupadas. E as pessoas também participaram da festa, quando ligaram luzinhas que tinha sido distrubuídas anteriormente para iluminar o estádio em uma parte do show.

O desfile das delegações foi um dos momentos mais empolgantes. O Brasil teve como porta-bandeira o ginasta Arthur Zanetti. Como não poderia ser diferente, o time chileno foi o mais ovacionado pelo público. Mas delegações menores, como de Guiana e Bahamas também levantaram as pessoas das arquibancadas.

Após discurso das autoridades, inclusive do presidente chileno Sebastián Piñera, a pira dos Jogos foi acessa. Antes, diversos esportistas chilenos seguraram a tocha dentro do Estádio, como o ex-atacante Zamorano e o tenista Nicolás Massú. Esse último, aliás, foi o responsável por acender a chama.