icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/12/2013
21:56

A estratégia do técnico Alexandre Rivetti de escalar o oposto Rivaldo como ponteiro vem dando resultado. Depois de duas partidas decididas apenas no tie-break, o time de Campinas teve menos trabalho na noite desta sexta-feira, ao vencer a UFJF por 3 sets a 0, com parciais de 24-22, 24-22 e 23-21, no ginásio do Taquaral, em noite de destaque para o atacante,

O atleta, que voltou a ser improvisado devido aos problemas físicos dos ponteiros, foi eleito o melhor em quadra e ficou com o Troféu Viva Vôlei. Outro que apareceu bem foi Diogo, que atua na mesma posição e foi liberado pelos médicos para entrar em quadra após sofrer com uma amigdalite. Ele marcou 18 vezes e terminou o jogo como maior pontuador.

O resultado reaproxima o Brasil Kirin dos líderes da competição após um período delicado. O time chegou a 21 pontos, com dois de diferença para o Sesi, terceiro colocado, e assegurou a quarta colocação, sendo que tem um confronto a menos. Os mineiros permaneceram em 10º, com oito pontos.

Na próxima quinta-feira, o time de Campinas fará contra o líder Sada Cruzeiro um duelo atrasado da sétima rodada. A partida acontecerá às 21h, no Ginásio do Riacho. A UFJF tentará se recuperar de mais um resultado negativo contra o Vivo/Minas, no dia 21, às 17h, na Arena Vivo.