icons.title signature.placeholder Marcio Porto
02/04/2014
11:52

Está chegando ao fim a trajetória do zagueiro Roger Carvalho no São Paulo. Com contrato até o próximo dia 15, o camisa 3, para piorar, entrou em tratamento no Reffis esta semana e não deve mais vestir a camisa do Tricolor.

Roger sofreu uma mialgia na coxa esquerda e deve levar uma semana para voltar aos treinamentos. Sendo assim, sem tempo de ficar à disposição para o duelo contra o CSA-AL, pela Copa do Brasil, no próximo dia 9. Ele finaliza sua passagem pelo São Paulo com apenas dois jogos disputados.

A diretoria do São Paulo diz que já tomou uma decisão sobre a situação do zagueiro e até os próprios representantes do atleta admitem sua saída. Contratado em setembro do ano passado, Roger não faz mais parte dos planos do técnico Muricy Ramalho.

O jogador chegou em processo de recuperação de uma cirurgia na coxa direita, uma lesão incomum no futebol, sofrida quanto ele atuava pelo Bologna (ITA), em maio do ano passado. O departamento médico do São Paulo, de cara, optou por um tratamento conservador e Roger não conseguiu entrar em campo em 2013.

Neste ano, ele era uma das esperanças para reforçar o setor defensivo, mas não recebeu chances do técnico Muricy Ramalho. Entrou em campo apenas contra Portuguesa (0 a 0) e São Bernardo (1 a 1).

O zagueiro Antonio Carlos, titular da equipe na zaga, falou sobre a situação do companheiro.

- Conversar com ele é meio difícil, ele é caladão. Um jogador que fica quase um ano fora por uma lesão é difícil. Para adquirir ritmo é difícil - afirmou o camisa 4, solidário ao colega.

Roger chegou por empréstimo e o São Paulo tem opção de estender o vínculo até o fim do ano, mas decide não exercer a preferência.

Além do zagueiro, o meia Cañete também ficou em tratamento no Reffis. O argentino sente dores musculares na coxa direita e trata um edema, com prazo de recuperação de uma semana.