icons.title signature.placeholder Alexandre Braz
22/06/2014
10:48

Apesar de ter um número elevado de jogadores com contrato em fase final, o gerente técnico do Botafogo, Aníbal Rouxinol, não mostra preocupação em iniciar 2015 com elenco reduzido. A partir de 1 de julho, os jogadores podem assinar um pré-contrato com outras equipes. Para se precaver, o gerente garante que alguns casos já começam a serem analisados:

- Não estamos temerosos quanto a isso (perda de atletas). Alguns casos estão sendo avaliados e poderão evoluir a partir da semana que vem.

Dentre os jogadores que têm contrato por se encerrar está Edilson, um dos principais destaques do time desde o ano passado. Aníbal não quis citar nomes, mas um dos primeiros a serem procurados deve ser o lateral-direito, que tem sido alvo de constantes sondagens de outras grandes equipes brasileiras.

Contratado do Internacional, por empréstimo até o fim do ano, o argentino Mario Bolatti, que nas últimas partidas do time no Campeonato Brasileiro se firmou como titular, evita falar de futuro:

- Vai chegar o momento para falar deste assunto. Quero fazer um grande ano, e as coisas vão acontecer.

Outro fator de muita relevância quando se pensa no Botafogo do ano que vem são as eleições para eleger o novo presidente em novembro. O resultado do pleito pode dizer e representar muito para um bom início dos alvinegros em 2015.