icons.title signature.placeholder Guilherme Abrahão
26/12/2013
06:40

O dia 24 de dezembro foi decisivo para o futuro do Fluminense em 2014. Logo no início da tarde, o clube anunciou Ricardo Tenório como novo vice de futebol do clube e ele já teve peso na decisão de fechar com Renato Gaúcho como treinador da equipe. Após o acerto, Tenório se reuniu com Celso Barros, Peter Siemsen e o próprio Renato para sacramentar o acordo entre as partes.

Em contato com a reportagem do LANCE!Net, Ricardo Tenório falou sobre a decisão e garantiu que a reunião foi apenas para acertar os últimos detalhes financeiros do contrato de Renato.

– O nome do Renato sempre foi consenso entre todas as partes. Pequenos detalhes, em relação ao contrato, faltavam ser ajustados, mas foram definidos rapidamente. Aproveitamos a reunião para sacramentar e já fazer o anúncio, antes do início das festas de fim de ano – contou o novo dirigente.

O vice de futebol ainda afirmou que a diretoria já começa a trabalhar a todo vapor para a montagem do elenco para o próximo ano. Segundo Tenório, nomes ainda não foram discutidos, mas logo no início de 2014 as negociações começarão a andar.

– Não temos os nomes para reforçar o time. Sabemos que o elenco é forte, então é uma questão de reajustar algumas posições e suprir algumas carências. Vamos descansar um pouco neste fim de ano, mas ninguém vai se desligar. Na próxima reunião, vamos debater o que será feito para 2014 – disse Ricardo Tenório.

Para contratar reforços para a próxima temporada, o Fluminense terá de se virar. Isto porque, o próprio Celso Barros já afirmou que a Unimed não gastará mais do que o orçamento previsto e que o grande nome contratado com a ajuda do patrocinador será apenas Conca. No mapeamento feito pela diretoria, cinco reforços devem ser procurados para 2014.

CONVITE DE PETER PARA REUNIÃO

Assim que fechou com o Fluminense para ser o novo vice de futebol, Ricardo Tenório já foi convidado pelo presidente Peter Siemsen para participar da decisiva reunião que sacramentou a contratação de Renato Gaúcho para ser o treinador. A decisão vinha dividindo opiniões no clube.

– Acertei minha volta ao Fluminense e recebi o convite do Peter para participar da reunião e ajudar no retorno do Renato ao clube. Já estava decidido isso.  Volto a dizer que houve consenso na decisão. Nunca existiu qualquer tipo de racha entre o clube e a patrocinadora. Acompanho o Fluminense desde os meus sete anos e sei que a parceria é ótima para todas as partes – disse.