icons.title signature.placeholder Bruno Cassucci
27/11/2013
06:01

Investir em qualidade e não quantidade. Esse é o objetivo da diretoria santista para reforçar o elenco para 2014. Por isso, o presidente em exercício Odílio Rodrigues prevê a contratação de "apenas" três reforços para a temporada que vem.

Um deles é o atacante chileno Vargas, que pertence ao Napoli (ITA) e está emprestado ao Grêmio até o fim do ano. O Peixe tenta a compra de 50% dele.

- A gente está trabalhando com a possibilidade de umas três contratações. Depende das condições de cada uma. Mas podem ser quatro, duas... - afirmou o mandatário, em entrevista na noite da última terça-feira.

Odílio evitou falar de nomes, mas elogiou o meia Diego, de 28 anos, que brilhou no clube entre 2002 e 2003 e está no Wolfsburg, da Alemanha. O jogador tem contrato até o meio do ano que vem e, em entrevista ao Globoesporte.com, declarou que, se voltar ao Brasil, sua prioridade é o Santos.

No entanto, o cartola negou que haja qualquer negociação com o ex-Menino da Vila.

- Sempre abrimos as portas. A gente tem interesse no Diego. Hoje ele tem um contrato muito bom. O Wolfsburg não solta ele antes do fim do contrato, apenas por dinheiro. Ele tem história e gostaríamos que um dia ele voltasse - afirmou.

Por fim, o cartola afirmou que, além da Teisa (Terceira Estrela Investimentos), o clube conta com outro investidor para trazer reforços. Questionado, ele não quis revelar qual é o parceiro.

O orçamento do Santos para 2014, aprovado no Conselho Deliberativo do clube na noite desta terça, prevê gastos de R$ 3,6 milhões com contratações, mas o valor é flexível e pode ser ultrapassado.