icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/03/2014
21:49

Uma das frases mais batidas do futebol é de que "nenhum jogador gosta de ficar no banco". Nesta quarta-feira, após mais uma boa atuação entrando durante um jogo do Fluminense, o meia Wágner usou o bom humor para falar sobre a opção de Renato Gaúcho em mantê-lo entre as opções no banco.

-  Você nunca se acomoda no banco. Até ali alguém pode tomar seu lugar. Na hora que entrar tem que dar ao máximo e sair desse banco que não estou aguentando mais (risos) - disse o camisa 10, completando sobre as oportunidades recebidas:

- A oportunidade que a gente tem é preciso aproveitar e corresponder. Quero dar um nó na cabeça do Renato. Quero fazer bastante gols e complicar ele na hora da escalação.

O jogador ainda falou sobre o gol marcado por ele na vitória por 5 a 1 sobre o Friburguense, nesta quarta-feira. Segundo o jogador, o gol tem um estilo virtual, parecido com os que marca no vídeo-game e revelou que tem jogado bastante com Michael na concentração:

- Foi estilo vídeo-game. Eu e o Michael estamos jogando muito na concentração. Só que hoje eu que fiz o gol que ele fez em mim no útlimo jogo. Na hora do gol até lembrei com ele do gol e graças a Deus pude ser feliz e marcar mais um gol com a camisa do Fluminense.