icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/11/2014
10:57

Fazia tempo que uma atividade recreativa no Fluminense não contava com a presença de todos os jogadores do elenco tricolor. Nesta sexta-feira, o técnico Cristovão Borges comandou o tradicional rachão da véspera de jogos e teve até que aumentar o espaço do campo para dividir as equipes. Até o auxiliar-técnico Marcão participou da brincadeira. Ao todo, foram 30 jogadores em campo.

A boa notícia fica por conta do departamento médico tricolor, que está vazio. Nenhum jogador do elenco está sob cuidados do DM ou em tratamento com a fisioterapia do clube. Até o zagueiro Marlon, que vinha com um problema na coxa esquerda, sofrido na partida diante do Atlético-PR, treinou normalmente nesta sexta-feira.

Mas, como nem tudo são flores, um jogador tratou de assustar e dar trabalho aos médicos durante o recreativo. O volante Edson levou uma pancada nas costas, foi atendido rapidamente e voltou ao treino. Nos primeiros lances, ele ainda levou a mão ao local da pancada, mas ficou até o fim do trabalho.

No rachão, o destaque ficou por conta da descontração dos atletas e pelo ambiente tranquilo e leve durante todo o trabalho. Em campo, os gols e jogadas de efeito que costumam acontecer deram lugar a uma brincadeira muito disputada entre o time de Fred, Walter e Carlinhos diante da equipe de Conca, Sobis e Wágner.

O Tricolor volta a campo neste sábado, às 19h30, diante do Coritiba, no Couto Pereira. O clube tentará chegar a quinta vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro, feito que apenas Internacional e Flamengo alcançaram nesta temporada.