icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/07/2014
15:01

O Corinthians anunciou nesta sexta-feira o lançamento do seu novo uniforme para a temporada 2014/2015. A exemplo do modelo que se popularizou na década de 70, impulsionado por Rivellino, Zé Maria, Wladimir e demais ídolos da torcida alvinegra, o Timão volta a utilizar camisas listradas. Apesar de ainda não confirmado pelo clube, a tendência é que a novidade já seja utilizada no clássico deste domingo, contra o Palmeiras.

O uniforme principal tem a cor branca predominante, como de costume. A novidade é a presença de grossas listras pretas na posição vertical (quatro na frente e quatro atrás). As mangas também são listradas, com detalhes negros nas pontas. O calção é preto e as meias, assim como as camisas, contêm listras pretas verticais.

O uniforme reserva, por sua vez, é semelhante ao principal, porém "espelhado". Há predomínio da cor preta na camisa, com listras brancas na posição vertical, inclusive nas mangas. O calção é branco e as meias são pretas e listradas em branco.

– Desde 2003, a Nike e o Corinthians escrevem novos capítulos da história do futebol nacional, e dessa vez não é diferente. É uma honra lançar os novos uniformes para a temporada aliando o que há de melhor em tecnologia para performance, com uma homenagem à história e tradição do clube – disse Henry Rabello, vice-presidente de Marketing da Nike, fornecedora esportiva do Timão, do Brasil.

ELOGIOS E CRÍTICAS

No site oficial do Corinthians, torcedores já se manifestaram sobre o novo uniforme. Enquanto alguns aprovaram a "homenagem" à geração corintiana da década de 70, outros explicitaram seu desgosto pelo novo modelo.

O que parece consenso entre a torcida é a chateação pelo alto preço cobrado pelos novos uniformes. Os torcedores que quiserem adquirir modelo idêntico ao dos jogadores terão de desembolsar R$ 349,90. A réplica, por outro lado, está à venda por "apenas" R$ 229,90.

– Camisa branca a mais feia e cara da história – afirmou um torcedor.

– Adorei as novas camisas do SC Corinthians Paulista, mas o preço é salgado demais – comentou outro corintiano.