icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/03/2014
18:07

Time de melhor campanha do Campeonato Gaúcho, o Internacional entrou em campo diante do Lajeadense com seu time reserva. O duelo, válido pela 15ª e última rodada da Primeira Fase da competição, e disputado na Arena Alviazul, serviria, no lado do Colorado, para muitos jogadores mostrarem serviço. E foi isso o que aconteceu. O Inter de Abel Braga dominou o rival em parte do jogo e venceu, por 1 a 0, com gol de Wellington Paulista.

Com o resultado, o Inter foi aos 38 pontos dos 45 possíveis na liderança do Grupo A do Gauchão e terá o Cruzeiro-RS, o quarto do Grupo B, como rival nas quartas de final do Estadual. Já o Lajeadense, que tinha situação complicada para buscar a classificação às quartas de final do Estadual, pensará apenas na Copa do Brasil. O time receberá o Bragantino, no próximo dia 2, na Arena Alviazul.

O JOGO

O fato de atuar com a sua equipe reserva – reforçada pelo zagueiro Juan – não impediu o Internacional de tomar as rédeas do jogo assim que o árbitro Vinícius Costa da Costa apitou pela primeira vez. Com Alan Ruschel muito bem pela esquerda, Cláudio Winck chamando a responsabilidade para si na direita e Gladestony responsável pelas bolas paradas, o Inter pressionou o adversário até com certa naturalidade. Os comandados de Abel Braga só não tiveram tranquilidade para transformar em gols as chances criadas.

O Lajeadense, por sua vez, entrou em campo com uma verdadeira missão: vencer o Inter e ainda torcer pela derrota do Juventude diante do Aimoré e pelo empate ou revés do São José contra o Esportivo. Dentro de campo, o time de Lajeado deixou a desejar até os 30 minutos. Perigo durante este período? Apenas quando Muriel tentou driblar Cléverson e perdeu a bola. A equipe de Fabiano Daitx só teve o domínio do jogo nos minutos finais, quando Japa desperdiçou boa chance de gol. Foram, ao todo, oito arremates errados. Faltou precisão.

SEGUNDO TEMPO

O Inter de Abel Braga voltou para a etapa final mais ofensivo, com Valdívia na vaga de João Afonso. A mudança tornou o Colorado, atuando em um 4-2-1-3 mais presente no campo defensivo do Lajeadense. O time da casa, por sua vez, aceitou a pressão do Colorado e, em um primeiro momento, mostrou dificuldade para conter o ímpeto rival.

A necessidade fez o Lajeadense, já com as presenças de Higor e Marabá, adiantar a sua marcação. Apenas uma vitória manteria o sonho do time de avançar de fase no Gauchão. E tendo mais espaço, o Inter tratou de levar perigo ao gol de Eduardo Martini. E foi o camisa 1 do Lajeadense que evitou o pior em duas oportunidades: Aylon, em sua primeira jogada, e Caio pararam nele.

Melhor em campo, o Inter chegou ao merecido gol aos 34 minutos. Murilo, que acabara de entrar, deixou Wellington Paulista na boa e o centroavante, de cabeça, não desperdiçou. Só que o gol fez "mal" ao Inter. O Colorado recuou, chamou o Lajeadense para o seu campo e passou certo sufoco. O time da casa até marcou, mas Lima estava em posição de impedimento e o Inter garantiu a sua 12ª vitória no Gauchão.

FICHA TÉCNICA
LAJEADENSE 0 X 1 INTERNACIONAL

Local: Arena Alviazul, em Lajeado (RS)
Data-hora: 16/3/2014 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Vinícius Costa da Costa (RS)
Auxiliares: José Eduardo Calza (RS) e Leirson Martins (RS)
Renda/Público: Não divulgados.
Cartões amarelos: Oliveira, Urnau e Rudiero (LAJ); Cláudio Winck e Juan (INT)
Cartões vermelhos: Não houve.

Gol: Wellington Paulista, 34'/2ºT(0-1).

LAJEADENSE: Eduardo Martini; Urnau, Oliveira, Éverton e Márcio Goiano (Higor, 20'/2ºT); Rudiero (Marabá, 20'/2ºT), Fábio Rosa, João Felipe e Cléverson; Gustavo e Japa (Lima, 29'/2ºT) – Técnico: Fabiano Daitx.

INTERNACIONAL: Muriel; Cláudio Winck, Thales, Juan e Alan Ruschel; Ygor, João Afonso (Valdívia, Intervalo) e Gladestony; Eduardo Sasha (Aylon, 20'/2ºT), Wellington Paulista e Caio (Murilo, 29'/2ºT) – Técnico: Abel Braga.