icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/12/2013
23:01

A nona rodada do Novo Basquete Brasil (NBB) marcou o duelo entre dois experientes nomes do basquete brasileiro e com passagens pela Seleção Brasileira: Guilherme Giovannoni, do Uniceub/BRB/Brasília, e Leandrinho, do Pinheiros/SKY. E quem levou a melhor foi o ala-pivô da equipe da capital, que venceu por 84 a 82, no Ginásio da ASCEB, no Distrito Federal.

Apesar de Giovannoni ter tido um bom rendimento (19 pontos e seis rebotes), foi o armador Nezinho quem se destacou ao acertar sete bolas de três e encerrar a partida com 26 pontos. Leandrinho registrou 15 pontos para o Pinheiros, que teve Shamell como cestina com 24 pontos, sendo cinco bolas certeiras do perímetro.

O triunfo foi apenas o terceiro do Brasília em sete jogos no NBB. O Pinheiros, por sua vez, conheceu a sua terceira derrota em nove jogos. Mesmo com a derrota, o Pinheiros somou um ponto e chegou à liderança do torneio com 15 pontos, seguido por Limeira, que tem 14 pontos (sete vitórias em sete jogos), e Flamengo, com os mesmos 14 (seis vitórias e duas derrotas)

O JOGO

O dia não era mesmo do Pinheiros. Com Leandrinho apagado - ala-armador não pontuou no quarto inicial -, o time paulista não apresentou uma defesa à altura do forte poder ofensivo do Brasília e saiu atrás no primeiro quarto por 31 a 18.

A soberania do time candango se manteve no segundo quarto. O intervalo chegou com uma vantagem confortável a favor do Brasília, que vencia por 52 a 35.

Durante todo o primeiro tempo, Leandrinho acertou um arremesso de três pontos e fez apenas sete pontos a favor do Pinheiros. Enquanto isso, o pivô americano Marcus Goree e Nezinho já haviam marcado 12 cada, sendo que o último pontuou somente em bolas de três pontos - quatro acertos até então.

A boa vantagem, porém, foi rapidamente reduzida no retorno do intervalo. Sete pontos seguidos do Pinheiros obrigaram o técnico argentino Sérgio Hernandez, do Brasília, a solicitar tempo. Daí em diante, duelo equilibrado, com o Brasília sempre à frente.

Já no meio do quarto final, Shamell encaixou uma bola de três e o Pinheiros encostou no placar com 74 a 71 para o rival. A virada veio a 51s do fim, com 81 a 80 após dois lances livres de Morro. Nezinho empatou para o Brasília em seguida em um lance livre.

Restando pouco menos de 20 segundos para o fim, Leandrinho segurou a bola para tentar marcar no fim, mas falhou e permitiu o contra-ataque candango. Giovannoni converteu o ponto com falta e ainda acrescentou mais um no lance livre que resultou da infração.

Restando dois segundos, só deu tempo do Pinheiros conseguir uma falta e adicionar mais um ponto no placar. Fim de jogo: 84 a 82.

Resultados da nona rodada do NBB:
Goiânia 81 x 77 Palmeiras
Macaé 82 x 85 São José
Uberlândia 80 x 81 Paulistano
Mogi das Cruzes 94 x 76 Espírito Santo
Brasília 84 x 82 Pinheiros
Basquete Cearense 60 x 71 Minas
Franca 80 x 73 Liga Sorocabana (jogo realizado nesta quarta-feira)