icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
09/11/2013
23:34

Maracanã cheio, torcida da casa apoiando e time motivado. Essa é a receita do Vasco para tentar bater o Santos, no próximo domingo, às 19h30. A vitória, combinada com outros resultados, pode significar a saída do Vasco da zona do rebaixamento.

O Santos, que vem de derrota para o líder Cruzeiro, por 2 a 1, na Vila Belmiro, está na nona colocação, com 44 pontos, nove a menos que o quarto colocado, e ainda sonha com uma vaga na Libertadores. Já o Vasco vem de importante vitória por 2 a 1 sobre o Coritiba, em Macaé, e está na 17ª colocação, com 36 pontos. Como o Bahia empatou neste domingo e foi a 39, o Cruz-Maltino sai da zona do rebaixamento com uma vitória nesta noite, sem precisar depender do jogo do Fluminense.

No time do Vasco, com a mudança de esquema, em relação a vitória sobre o Coritiba, no último sábado, as novidades são as presenças do atacante Reginaldo e do volante Abuda, que entra no lugar do suspenso Wendel. O atacante entrou durante o último o jogo, teve boa atuação e agradou o técnico Adilson Batista.

O Vasco também terá novidades no banco de reservas. André e Rafael Vaz, não relacionados para o jogo contra o Coritiba, ficam entre os suplentes. E Bernardo e Guiñazu, respectivamente sem atuar há cerca de seis e três meses, também ficam entre os reservas. Ambos estão recuperados de lesão e tiveram o aval do departamento médico e da preparação física.

O volante Pedro Ken acredita que o Vasco precisa ter paciência para sair com a vitória sobre o Santos, não importando o placar:

- Não podemos entrar ansiosos demais. Para tentar fazer o resultado de qualquer forma, tem que ter paciência, calma e inteligência para jogar, sem se desorganizar. O imporrante é o reusltado. Se ganhar de 1 a 0 é um grande resultado - disse o volante cruz-maltino.


Depois de manter o mistério durante a semana, Claudinei Oliveira revelou o time na manhã do último sábado em treino no CT Rei Pelé, em Santos. Entre as opções testadas na atividade de sexta-feira, o treinador optou pelo esquema 4-4-2, com Willian José e Geuvânio no ataque.

O garoto de 21 anos será a grande novidade do time, já que Everton Costa cumpre suspensão automática e Thiago Ribeiro ainda não está pronto para voltar após tratar um edema no coxa esquerda. O camisa 9 será preservado para o duelo com o Bahia, na quinta-feira.

Também sem Cicinho, com dores no tornozelo esquerdo, o técnico aposta em Bruno Peres para a lateral direita. Já o banco de reservas conta com dois reforços: o atacante Gabriel, que defendeu a Seleção Brasileira no Mundial sub-17, e o volante Marcos Assunção, recuperado de tratamento no joelho direito que o tirou do time por dois meses.

- A gente pensa que o Vasco vem para o abafa pelo menos nos primeiros minutos. Temos que administrar o inicio de jogo pra ter sucesso na partida. O Maracanã vai estar lotado. Temos que ter equilíbrio, se possível, principalmente na bola parada. Marcar pressão e obrigar o chutão - analisou o técnico.

FICHA TÉCNICA:

VASCO x SANTOS

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Horário: 19h30, de Brasília

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (FIFA-GO)

Auxiliares:Marrubson Melo Freitas (DF) e Rafael da Silva Alves (RS)

VASCO: Alessandro; Fagner, Jomar, Cris e Yotún; Abuda, Pedro Ken, Juninho e Marlone; Reginaldo e Edmilson. Técnico: Adilson Batista

SANTOS: Aranha; Bruno Peres, Edu Dracena, Gustavo Henrique e Mena; Arouca, Alison, Montillo e Cícero; Geuvânio e Willian José. Técnico: Claudinei Oliveira