icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
09/04/2014
18:32

Distando quatro dias da finalíssima do Campeonato Catarinense contra o Joinville, o Figueirense precisará decidir seu futuro na Copa do Brasil, jogando com os reservas. No jogo de ida contra o Plácido de Castro, houve apenas um empate sem gols. Portanto, nesta quarta-feira, no Estádio Orlando Scarpelli, às 20h30, só a vitória interessa para o Furacão chegar a segunda fase da competição nacional.

- Há a questão do cansaço e da recuperação.Tem de ver qual a importância de um jogador entrar cansado no jogo e com 20 minutos ter qualquer tipo de desconforto. A gente tem esse medo. Mas, se não houvesse esse medo, iríamos com a equipe titular - explicou o técnico Vinícius Eutrópio, a escolha por poupar os titulares do Figueira.

Esta é a décima terceira participação da equipe de Florianópolis na competição. Em 2007, o Figueirense chegou a final, mas perdeu para o Fluminense.

- Temos de colocar na cabeça dos nossos jogadores que precisamos praticar um bom futebol. Com isso, estamos próximos da vitória e da classificação - finalizou o treinador.