icons.title signature.placeholder Ivo Felipe
icons.title signature.placeholder Ivo Felipe
17/07/2013
11:27

Brasil e Rússia abrem nesta quarta-feira, às 17h30 (de Brasília), em Mar del Plata (ARG), a fase final da Liga Mundial de vôlei. Engana-se quem pensa, porém, que a partida servirá como revanche para a Seleção, uma vez que os elencos que estarão em quadra são distintos daqueles que dispuataram o ouro em Londres-2012 - terminou com vitória russa.

O Brasil passa por um claro processo de renovação. Do time vice-campeão olímpico, meta de ainda permanece no selecionado: Bruninho, Dante, Leandro Vissotto, Lucão, Thiago Alves e Wallace.

Os demais, como Giba e Rodrigão, deram espaço para jogadores mais jovesn, como o ponta Lucarelli, que vem sendo a princiapl arma ofensiva da Seleção.

Já os medalhistas de ouro em londres filtraram ainda mais o elenco. Apenas quatro dos 12 campeões foram mantidos: Apalikov, Grabnkin, Muserskiy e Mikhaylov são os remanescentes da equipe que bateu o Brasil na última Olimpíada.

- A base da Rússia que vem jogando a Liga Mundial é a que está aqui, com alguns jogadores voltando de lesão. Enfim, acho que é um time com características próprias. A dificuldade contra eles é sempre enorme - analisou o técnico Bernardinho.

Apesar de o Brasil liderar o confronto diante dos russos em partidas válidas pela fase final da Liga Mundial (15 a 6 para o Brasil), os europeus tem levado vantagem no histórico recente do duelo.

Além da dolorida derrota na final da Olimpíada, os russos também foram responsáveis por bater os brasileiros na decisão da Liga Mundial de 2011, na Polônia.

Naquela ocasião, os russos também já haviam imposto uma contundente derrota ao Brasil (3 sets a 0) em partida pela fase final.

- Encarar a Rússia logo na estreia é bom para entendermos que nesta fase só temos pedreira pela frente. Temos que entrar com tudo nesse primeiro jogo, sabendo que do outro lado está campeã olímpica - disse Bruninho, levantador e capitão da Seleção Brasileira.

Os dois times compões o Grupo E da fase decisiva, ao lado do Canadá. O Brasil classificou-se ao vencer nove dos dez jogos da fase inicial, enquanto a Rússia triunfou em sete dos dez.

Brasil x Rússia

Competição: Liga Mundial de vôlei - fase final
Local: Ginásio Polideportivo Islas Malvinas, em Mar del Plata (ARG)
Data/hora: 17/07/2013 - 17h30 (de Brasília)

Brasil: Bruninho, Leandro Vissotto, Lucão, Éder, Lucarelli e Dante; Líbero: Mário Jr; Técnico: Bernardinho

Rússia: Sergey Makarov, Nikolay Apalikov, Evgeny Sivozhelez, Nikolay Pavlov, Alexey Spiridonov e Dmitriy Muserskiy; Líbero: Artem Ermakov; Técnico: Andrey Voronkov

Brasil e Rússia abrem nesta quarta-feira, às 17h30 (de Brasília), em Mar del Plata (ARG), a fase final da Liga Mundial de vôlei. Engana-se quem pensa, porém, que a partida servirá como revanche para a Seleção, uma vez que os elencos que estarão em quadra são distintos daqueles que dispuataram o ouro em Londres-2012 - terminou com vitória russa.

O Brasil passa por um claro processo de renovação. Do time vice-campeão olímpico, meta de ainda permanece no selecionado: Bruninho, Dante, Leandro Vissotto, Lucão, Thiago Alves e Wallace.

Os demais, como Giba e Rodrigão, deram espaço para jogadores mais jovesn, como o ponta Lucarelli, que vem sendo a princiapl arma ofensiva da Seleção.

Já os medalhistas de ouro em londres filtraram ainda mais o elenco. Apenas quatro dos 12 campeões foram mantidos: Apalikov, Grabnkin, Muserskiy e Mikhaylov são os remanescentes da equipe que bateu o Brasil na última Olimpíada.

- A base da Rússia que vem jogando a Liga Mundial é a que está aqui, com alguns jogadores voltando de lesão. Enfim, acho que é um time com características próprias. A dificuldade contra eles é sempre enorme - analisou o técnico Bernardinho.

Apesar de o Brasil liderar o confronto diante dos russos em partidas válidas pela fase final da Liga Mundial (15 a 6 para o Brasil), os europeus tem levado vantagem no histórico recente do duelo.

Além da dolorida derrota na final da Olimpíada, os russos também foram responsáveis por bater os brasileiros na decisão da Liga Mundial de 2011, na Polônia.

Naquela ocasião, os russos também já haviam imposto uma contundente derrota ao Brasil (3 sets a 0) em partida pela fase final.

- Encarar a Rússia logo na estreia é bom para entendermos que nesta fase só temos pedreira pela frente. Temos que entrar com tudo nesse primeiro jogo, sabendo que do outro lado está campeã olímpica - disse Bruninho, levantador e capitão da Seleção Brasileira.

Os dois times compões o Grupo E da fase decisiva, ao lado do Canadá. O Brasil classificou-se ao vencer nove dos dez jogos da fase inicial, enquanto a Rússia triunfou em sete dos dez.

Brasil x Rússia

Competição: Liga Mundial de vôlei - fase final
Local: Ginásio Polideportivo Islas Malvinas, em Mar del Plata (ARG)
Data/hora: 17/07/2013 - 17h30 (de Brasília)

Brasil: Bruninho, Leandro Vissotto, Lucão, Éder, Lucarelli e Dante; Líbero: Mário Jr; Técnico: Bernardinho

Rússia: Sergey Makarov, Nikolay Apalikov, Evgeny Sivozhelez, Nikolay Pavlov, Alexey Spiridonov e Dmitriy Muserskiy; Líbero: Artem Ermakov; Técnico: Andrey Voronkov