icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/07/2014
08:02

A famosa "dor de cabeça" de um técnico por ter muitos jogadores qualificados em seu elenco é comum no mundo do futebol. Atualmente, tal situação é vivida por Mano Menezes à frente do Corinthians. Com reforços pontuais contratados nos últimos meses, o treinador nega qualquer problema em trabalhar em meio a um grupo com "estrelas".

No atual elenco, o Corinthians tem três jogadores que costumam ser convocados por suas seleções: o peruano Guerrero, o uruguaio Lodeiro e o paraguaio Romero. Além deles, há potenciais nomes para a reformulação que tanto vem sendo pedida na Seleção Brasileira, como Petros, Elias e Gil.

– Não tenho medo de estrela não. O que vale é produção de equipe, não individual. Se eu entender que time é melhor com A, vai jogar A. Eles são inteligentes de saber que só se disputa Brasileiro com grupo qualificado – disse o treinador corintiano após a vitória por 2 a 1 sobre o Internacional, na noite dessa quinta-feira.

Contra o Colorado, Mano tirou do banco de reservas três jogadores que já jogaram e/ou treinaram entre os titulares: Bruno Henrique, Romarinho e Romero. Segundo o treinador, tais atletas podem fazer parte de um seleto grupo que, quando chamado, corresponde, independente de começar jogando ou não. 

– Às vezes grandes jogadores não iniciam jogando, mas quando chamados dão resposta – comentou o comandante do Corinthians.

O Timão volta a campo no próximo domingo, às 16h, contra o Vitória, no Barradão. A partida será válida pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.