icons.title signature.placeholder João Pires
14/03/2014
13:51

O Flamengo oficializou, nesta sexta-feira, o Rio de Janeiro como sede do Final Four da Liga das Américas, fase do torneio que envolve as semifinais e a final. O evento será nos dias 21 e 22 deste mês, no Maracanãzinho, e o campeão será contemplado com uma vaga na Copa Intercontinental, o Mundial de Clubes do basquete.

Para trazer a fase final do torneio ao Rio, o Rubro-Negro precisou correr para acertar com patrocinadores e poder arcar com os cerca de R$ 600 mil necessários para bancar a vinda das três delegações e dos árbitros, conforme confirmou o vice-presidente de esportes olímpicos do Fla, Alexandre Póvoa.

Sem dar maiores detalhes sobre como será a divisão dos custos, a diretoria rubro-negra oficializou a Universidade Estácio de Sá e a empresa Brasil Brokers como patrocinadores para o evento. Ambos terão as marcas estampadas na camisa do clube.

A Estácio, entretanto, seguirá apoiando o time de basquete do Fla após a Liga das Américas, com vínculo de um ano. Quanto à Brasil Brokers, existe a possibilidade da empresa se manter até o fim do NBB, o que ainda será negociado entre as partes.

Além destes dois patrocínios, o Flamengo também obteve o apoio do Governo do Estado do Rio de Janeiro para a realização do Final Four. O presidente do clube, Eduardo Bandeira de Mello, destacou a responsabilidade para trazer este evento.

- Foi realmente uma batalha. Nós tivemos pouco tempo para viabilizar o projeto após a classificação no México (em março). E ainda teve o carnaval no meio para atrapalhar. Como o Flamengo hoje só entra em um projeto se tiver os recursos para isso, tivemos que correr contra o tempo, mas tudo deu certo e vamos torcer agora pelo título na Liga das Américas - disse Bandeira de Mello.

Já o diretor de esportes olímpicos do Fla, Marcelo Vido, lembrou que não houve dificuldades na negociação para utilizar o Maracanãzinho, pois o clube "já caminhava junto com o Consórcio do Maracanã" há um tempo.

Ainda segundo Vido, a dificuldade se deu somente na adaptação da tabela do Maracanãzinho, que era de 2007 e precisou receber reparos. O piso do ginásio será o mesmo piso desmontável que o Flamengo utiliza nos jogos do NBB