icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/07/2014
22:58

O encerramento da 12ª rodada da Série B do Brasileirão na noite deste sábado trouxe uma surpreendente vitória por 3 a 1 do Boa Esporte sobre o Náutico em plena Arena Pernambuco. Apostando nos contra-golpes, a equipe mineira chegou à vitória com gols de Marinho Donizete, Tomas e Diego. Tadeu, de pênalti, marcou para o Timbu.

O Boa, que chegou a 14 pontos e subiu para o décimo-segundo lugar, receberá o Bragantino na próxima sexta-feira, no Melão. Com um jogo a menos, os pernambucanos estacionaram nos 15 pontos e irão ao Serra Dourada no próximo sábado.

O JOGO

Apesar de tentar se lançar ao ataque, o Náutico iniciou o jogo errando sucessivos passes e dando espaços ao Boa Esporte. Não demorou muito para a equipe mineira abrir o placar. Clebson cruzou da direita e, após erro de Rafael Cruz, Marinho Donizete deixou Alessandro no chão para balançar a rede aos cinco: 1 a 0.

O Timbu esboçou uma reação e assustou em finalizações de Raí e Marinho, mas foi o o Boa Esporte quem chegou ao segundo. Em nova falha de posicionamento, Tomas recebeu passe de Clebson e bateu rasteiro de fora da área aos 22.

Após pressionar nos minutos finais, mas resumir suas chances a uma cabeçada de Tadeu, o Náutico diminuiu o placar aos três minutos do segundo tempo. O árbitro Edmar Campos Encarnação assinalou toque de mão de Vinícius Hess dentro da área. Tadeu cobrou o pênalti com frieza e deslocou João Carlos.

Em alta velocidade, a equipe pernambucana exigiu João Carlos em finalizações de Flávio, Leleu. Mas foi o Boa Esporte, que ameaçou nos contra-ataques, que deu números finais à partida. Piauí aproveitou espaço deixado na esquerda e cruzou. Diego levou a melhor sobre Alessandro e, aos 31, marcou o terceiro. Irritada, a torcida do Náutico gritou um "olé" enquanto a equipe mineira desperdiçava chances de dar uma goleada fora de casa.

SAMPAIO CORRÊA VENCE BRAGANTINO NO FINAL

Um gol de Válber aos 41 minutos do segundo tempo decretou a vitória por 1 a 0 do Sampaio Corrêa sobre o Bragantino em pleno Nabi Abi Chedid. Em partida de fraco nível técnico, a equipe maranhense chegou aos 17 pontos e, pelo critério de desempate, termina a rodada em nono lugar. Já o Bragantino segue próximo do Z-4, com os mesmos 11 pontos de Portuguesa e Oeste, mas levando a melhor no saldo de gols.