icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/04/2014
11:33

Um time menos dependente de Darío Conca e com novas opções ofensivas. O Fluminense enfrenta o Palmeiras neste sábado, às 21h, no Pacaembu, em jogo que o LANCE!Net transmite em tempo real, tentando praticar o mesmo futebol ofensivo que tem animado os torcedores desde que o técnico Cristovão Borges assumiu o comando.

Na prática, a nova versão do Tricolor busca jogar no ataque, com o domínio da posse de bola. Diferentemente do time de Renato Gaúcho, que tinha três volantes e dependia quase que exclusivamente do talento do argentino Conca para fazer a bola chegar na frente, a formação com Wágner dividindo a armação do meio de campo somada à chegada constante dos laterais faz do Fluminense uma equipe com diversas alternativas de jogadas e uma característica mais imprevisível. Desta maneira, o próprio Conca, que não vinha mal, acaba subindo de produção.

Além disso, Rafael Sobis tem jogado mais centralizado, próximo de Fred, e a dupla está funcionando como nunca ocorreu quando outros treinadores estiveram no comando. O volante Jean comentou sobre a nova forma de jogar da equipe.

– Estamos mais consistentes e buscando ter a posse de bola. Para o Conca, a presença do Wágner é importantíssima. São dois meias de ofício que decidem as partidas com assistências e gols. Ajudam a mim e o Diguinho porque dão opções de passe. O time fica mais difícil de ser marcado – afirmou o volante.

Vale ressaltar que, sob o comando de Cristovão, o Fluminense enfrentou apenas times de menor expressão. Por isso, o jogo de logo mais também é visto nas Laranjeiras como um grande teste.

– É um clube que tem peso e bom adversário para o Flu mostrar que está no caminho certo – disse Jean.