icons.title signature.placeholder Paulo Victor Reis e Walace Borges
17/12/2013
08:03

Não foi apenas a torcida que comemorou com entusiasmo a classificação do Botafogo para a Libertadores do ano que vem. Os patrocinadores do clube também ficaram agradados com a possibilidade de expor a marca de maneira continental. E, não à toa, o clube vai lucrar mais em 2014. Prova disso é que a Viton 44, dona das marcas Guaraviton e Guaravita, irá aumentar o patrocínio ao Alvinegro para R$ 25 milhões por ano.

A Herbalife e a Havoline também seguem a mesma linha de raciocínio. Se nada de extraordinário acontecer nas próximas semanas e as empresas renovarem o contrato que já está preestabelecido, ambas significarão cerca de R$ 4 milhões nos cofres do clube para o ano que vem. Em troca deste dinheiro, o clube cede espaços no uniforme de jogo e permite a colocação de banners no campo anexo do Engenhão e em General Severiano.

- O aumento de dinheiro injetado no patrocínio já estava preestabelecido mediante o contrato que firmamos em outubro. Se conseguisse uma classificação para a Libertadores, teria um acréscimo para o ano que vem. E que bom que esta chance de jogar o torneio internacional veio. É claro que pagaremos mais, porém o clube mereceu e nos trará uma grande exposição na próxima temporada - afirmou o diretor comercial da Viton 44, Neville Proa, em conversa com a reportagem do LANCE!Net.

Desde a interdição do Engenhão, em maio deste ano, o administrativo do Glorioso tem feito de tudo para manter os patrocinadores motivados com as perspectivas de visibilidade do clube. Até por isso, deu novas placas para todos os patrocinadores sem cobrar nada.

Se por um lado a diretoria do Botafogo diz que tem de cortar custos para a próxima temporada, por outro mais dinheiro vai entrar nos cofres clube vindo dos patrocinadores. Será que dá para contratar algum jogador?