icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/03/2014
14:05

Douglas passa entre Luciano e Uendel, toca para Pabon, que cruza para Luis Fabiano. Gol. Osvaldo faz jogada na frente de Fagner, cruza para a cabeça de Rodrigo Caio, que sobe mais do que Uendel. Gol. Com esses dois lances, o Corinthians aumentou para 13 os gols sofridos pelas laterais na atual temporada.

Com Fagner e Uendel de titulares, as duas faixas do campo defensivo têm sido o principal caminho para a alegria dos rivais do Timão em 2014. Foram nada menos do que 13 de 19 gols sofridos que saíram pelas laterais - da esquerda, foram dez.

Desde o início da temporada, o técnico Mano Menezes tem mostrado ciência das características ofensivas de seus laterais, mas afirma que a equipe tem de se adaptar e encaixar a marcação. Com o esquema com três volantes, a situação chegou a melhorar e o Corinthians passou a sofrer menos gols. Nos dois jogos que antecederam o clássico, a defesa passou ilesa: vitórias por 3 a 0 sobre o Comercial e 4 a 0 sobre o Linense. No clássico, no entanto, tudo voltou a dar errado novamente.

No clássico, o Corinthians teve apenas 37% de posse de bola, contra 63% do São Paulo, e sofreu para acertar a marcação no rival no segundo tempo. Mesmo com a ajuda de Luciano e Romarinho aos laterais, os jogadores são-paulinos levaram a melhor.

Para o jogo contra a Penapolense, no próximo domingo, em Penápolis, Mano pode apostar no retorno do lateral-esquerdo Fábio Santos. O camisa 6, que não atua desde outubro do ano passado, será o dono da vaga para voltar a dar equilíbrio ao sistema defensivo. O técnico, porém, não quis arriscar seu retorno no clássico.