icons.title signature.placeholder Marcello Vieira e Sérgio Arêas
17/12/2013
07:02

Após a decisão do STJD, que puniu a Portuguesa com a perda de quatro pontos, rebaixou o clube paulista e repôs o Tricolor da Série A do Brasileiro, o dia de hoje será de muito trabalho nas Laranjeiras.

– Não tínhamos o planejamento definido porque esperávamos esta decisão. O planejamento econômico não muda, mas todas as decisões do futebol dependiam desse julgamento. Ainda tem o julgamento do pleno e respeitamos as instâncias jurídicas, mas o planejamento do futebol começa agora e com foco na Série A – disse o diretor executivo, Jackson Vasconcelos.

O presidente Peter Siemsen não quis comentar sobre o planejamento, alegando que a decisão do STJD sobre o rebaixamento da Lusa ainda cabe recurso, mas admitiu que iniciará nesta terça os trabalhos visando à temporada 2014.

E MAIS
- Após permanência do Flu na Série A, Sérgio Mallandro brinca com promessa
- Com permanência na Série A, Flu planeja receita recorde em 2014

– Começaremos a trabalhar nisso amanhã (hoje) – disse.

Sobre o futuro treinador, tanto Peter quanto Celso admitiram interesse em Tite, Ney Franco e Renato Gaúcho. O presidente da patrocinadora confirmou que Siemsen será o responsável pela escolha. Já o mandatário do clube disse que há ainda um quarto treinador nesta lista, mas preferiu manter o nome em sigilo.

A escolha do novo treinador será feita o mais rapidamente possível. E com a confirmação do time na Série A do Brasileiro ano que vem, a diretoria tricolor vai trabalhar para reforçar muito o grupo.

– Não é hora de comemorar, mas de trabalhar. Vamos aguardar o segundo julgamento. Mas como imaginamos que é difícil a mudança de resultado, o planejamento passa a ser de Série A. Nesta semana, deveremos ter a definição do novo treinador. Felipe Ximenes está trabalhando. Agora pensaremos em formar um time ainda mais forte, competitivo, para vencer a Primeira Divisão – disse Jackson.

Portuguesa é rebaixada e torcedores do Fluminense comemoram