icons.title signature.placeholder Guilherme Borini
12/06/2014
12:12

Clima de Copa e histeria total em Campinas no primeiro treino aberto da seleção de Portugal, no estádio Moisés Lucarelli, na manhã desta quinta-feira. Logo no dia seguinte do desembarque – os portugueses chegaram ao Brasil no início da tarde da última quarta-feira -, Cristiano Ronaldo e companhia realizaram o primeiro trabalho e receberam o carinho da torcida campineira. Dez mil ingressos foram distribuídos e o Majestoso teve casa cheia, como se fosse um jogo oficial. Curiosamente, foi o maior público do estádio no ano.

Marcado para começar às 10h30, os portões foram abertos duas horas antes e, por volta das 9h30, o estádio já recebia um grande público. Os atletas entraram pontualmente no horário marcado e surpreenderam com uma faixa de agradecimento à cidade: “Obrigado, Campinas”. Em campo, apenas trabalhos físicos, rodas de “bobinho” e um trabalho em campo reduzido, sob o comando do técnico Paulo Bento.  A ausência do treino foi Fábio Coentrão, lateral do Real Madrid, que sentiu dores na coxa direita após o amistoso da última terça-feira, diante da Irlanda – goleada por 5 a 1.

Os jogadores portugueses acenaram para a torcida, que foi à loucura, sobretudo quando ele, o mais ovacionado se voltava às arquibancadas: o astro Cristiano Ronaldo. Todos os movimentos de CR7 eram acompanhados pelos torcedores. Quando tocava na bola, as histéricas torcedoras gritavam e se aglomeravam no alambrado para conseguir uma foto do ídolo.

Torcedores se aglomeram no alambrado para acompanhar Cristiano Ronaldo de perto (Foto: Guilherme Borini)

Como era de se esperar, uma torcedora conseguiu invadir o gramado. Mas, antes de chegar até seu alvo, o melhor jogador do mundo, foi barrada por dois seguranças.  O público apoiou a fã e gritava pedindo para deixá-la realizar seu sonho: chegar até o camisa 7 de seleção portuguesa. No fim do treino, ela foi autorizada a entrar em campo e conseguiu contato com o ídolo.

Torcedora é retirada do campo pelos seguranças (Foto: Guilherme Borini) 

Dentro e fora do estádio, o esquema de segurança preparado foi de clássico. Com reforço de policiamento, todas as vias no entorno do Moisés foram bloqueadas e apenas pessoas com ingressos ou credenciais podiam se aproximar do local. Foi proibida a entrada de torcedores com camisas de clubes, mas alguns pontepretanos conseguiram driblar a segurança. A reportagem do LANCE!Net flagrou torcedores com a camisa da Macaca, que ensaiavam cantos do clube.  As cores predominantes nas arquibancadas eram o amarelo, da camisa do Brasil, e o vermelho e verde, cores da bandeira portuguesa.

Ao final do treino, os jogadores portugueses jogaram camisas da seleção para a torcida e CR7, atencioso e sempre cercado por seguranças e fotógrafos, caminhou beirando o alambrado e distribuiu autógrafos para os fãs.

A preparação de fato de Portugal começa nesta sexta-feira com o primeiro treinamento fechado no CT da Ponte Preta. A equipe realiza trabalhos também no sábado antes da viagem a Salvador, onde estreia na Copa diante da Alemanha. A partida será na próxima segunda-feira, às 13h, na Arena Fonte Nova.

Cristiano Ronaldo treina com a seleção portuguesa no gramado do estádio Moisés Lucarelli (Foto: Guilherme Borini)