icons.title signature.placeholder Russel Dias
14/04/2014
17:21

Não foi a festa que os santistas desejavam, mas, nesta segunda-feira, um dia após a derrota para o Ituano na final do Paulistão, o Santos celebrou o aniversário de 102 anos. Para comemorar a data, o clube reuniu ídolos do passado no Memorial das Conquistas, que fica na Vila Belmiro. Estiveram presentes Coutinho, Clodoaldo, Pepe, Mengálvio, Dorval e Lima.

Teve até bolo, porém, segundo Pepe, craque do Peixe nas décadas de 1950 e 60, o sabor não foi dos melhores:

- A gente esperava festejar com título, em juntar as duas coisas, mas infelizmente não deu. Foi num momento inesperado. Vamos procurar aproveitar o convívio com os grandes companheiros e consolar um ao outro. Eu nem imagino o que esse clube representa pra mim mais de 50 anos de reconhecimento. Até como técnico. Fiz tudo aqui. Cheguei em maio de 1951, então a gente está aproveitando a oportunidade, revendo os craques do passado e comendo um pedaço de bolo. Um bolo muito amargo, mas paciência. Temos que festejar mesmo assim - disse.

A festa contou também com a presença de alguns membros do comitê de gestão do Santos, dentre eles o presidente Odílio Rodrigues. No entanto, o mandatário não quis atender os jornalistas e fez apenas um discurso.

Aproveitando a oportunidade, o Peixe divulgou a contratação de alguns ídolos do passado, como revelou o LANCE!Net no mês passado.