icons.title signature.placeholder Felipe Mendes, enviado especial*
icons.title signature.placeholder Felipe Mendes, enviado especial*
09/07/2013
10:34

A Seleção Brasileira feminina de vôlei começou bem sua caminhada rumo ao bicampeonato da Universíade, em Kazan, na Rússia. No Saint Petersburg Volleyball Center, a equipe comandada pelo técnico Hélio Griner derrotou a Noruega, por 3 sets a 0, parciais de 25-20, 25-17 e 25-11, pelo Grupo B. O Brasil só não estreou antes nos Jogos porque seu primeiro adversário, a Argélia, desistiu da competição de vôlei.

Em Kazan, a Seleção conta com seis jogadoras reservas da Unilever, equipe campeã da última edição da Superliga Feminina. Na vitória sobre as norueguesas, a maior pontuadora do Brasil, e do jogo, foi a ponteira Amanda, com 14 acertos.

A Seleção volta à quadra nesta quarta-feira, às 8h (de Brasília), para enfrentar o Canadá. Quem vencer este duelo garante a primeira colocação no Grupo B.

* O repórter viaja a convite da CBDU

A Seleção Brasileira feminina de vôlei começou bem sua caminhada rumo ao bicampeonato da Universíade, em Kazan, na Rússia. No Saint Petersburg Volleyball Center, a equipe comandada pelo técnico Hélio Griner derrotou a Noruega, por 3 sets a 0, parciais de 25-20, 25-17 e 25-11, pelo Grupo B. O Brasil só não estreou antes nos Jogos porque seu primeiro adversário, a Argélia, desistiu da competição de vôlei.

Em Kazan, a Seleção conta com seis jogadoras reservas da Unilever, equipe campeã da última edição da Superliga Feminina. Na vitória sobre as norueguesas, a maior pontuadora do Brasil, e do jogo, foi a ponteira Amanda, com 14 acertos.

A Seleção volta à quadra nesta quarta-feira, às 8h (de Brasília), para enfrentar o Canadá. Quem vencer este duelo garante a primeira colocação no Grupo B.

* O repórter viaja a convite da CBDU