icons.title signature.placeholder Caio Carrieri
icons.title signature.placeholder Caio Carrieri
03/07/2013
08:07

Empresário do lateral-direito Ayrton, do Palmeiras, Sergio Malucelli diz que o clube negocia a troca de seu cliente por Luis Ricardo, da Portuguesa, a contragosto do atleta palmeirense.

- Conversei com o Ayrton e ele não quer ir para a Portuguesa. Ele prefere ficar no Palmeiras a ir para a Portuguesa. O treinador não descartou ele no clube, é a diretoria que está pressionando para ele sair - declarou ao LANCE!Net.

Esta possibilidade de negócio surgiu há cerca de um mês, quando a Lusa manifestou o interesse em Ayrton, Maurício Ramos e Maikon Leite. Mas os dois últimos acertaram suas saídas para o futebol do Oriente Médio, e foi aberta a chance de o Verdão oferecer o seu lateral-direito e uma quantia em dinheiro para contar com Luis Ricardo em seu elenco.

E MAIS:
> Paulo Nobre se recusa a falar sobre reforços e saídas no Palmeiras
> Palmeiras anuncia a contração do meia Felipe Menezes
> Valdivia faz golaço em jogo-treino

Candinho, gerente de futebol da Portuguesa, chegou a se pronunciar com otimismo sobre a transferência após conversar com Ayrton, mas mudou o tom no início desta semana, dizendo que a situação está "parada".

Enquanto isso, Ayrton está encostado na Academia de Futebol. Depois de se recuperar de gripe e conjuntivite, sequer foi testado no jogo treino desta terça-feira, em que o Verdão venceu o Audax-SP por 2 a 1.

Procurada pela reportagem, a diretoria palmeirense negou que esteja pressionando pela saída do jogador. José Carlos Brunoro refutou esta hipótese e disse que o assunto está sendo tratado pelo gerente Omar Feitosa, que não atendeu as ligações.


Empresário do lateral-direito Ayrton, do Palmeiras, Sergio Malucelli diz que o clube negocia a troca de seu cliente por Luis Ricardo, da Portuguesa, a contragosto do atleta palmeirense.

- Conversei com o Ayrton e ele não quer ir para a Portuguesa. Ele prefere ficar no Palmeiras a ir para a Portuguesa. O treinador não descartou ele no clube, é a diretoria que está pressionando para ele sair - declarou ao LANCE!Net.

Esta possibilidade de negócio surgiu há cerca de um mês, quando a Lusa manifestou o interesse em Ayrton, Maurício Ramos e Maikon Leite. Mas os dois últimos acertaram suas saídas para o futebol do Oriente Médio, e foi aberta a chance de o Verdão oferecer o seu lateral-direito e uma quantia em dinheiro para contar com Luis Ricardo em seu elenco.

E MAIS:
> Paulo Nobre se recusa a falar sobre reforços e saídas no Palmeiras
> Palmeiras anuncia a contração do meia Felipe Menezes
> Valdivia faz golaço em jogo-treino

Candinho, gerente de futebol da Portuguesa, chegou a se pronunciar com otimismo sobre a transferência após conversar com Ayrton, mas mudou o tom no início desta semana, dizendo que a situação está "parada".

Enquanto isso, Ayrton está encostado na Academia de Futebol. Depois de se recuperar de gripe e conjuntivite, sequer foi testado no jogo treino desta terça-feira, em que o Verdão venceu o Audax-SP por 2 a 1.

Procurada pela reportagem, a diretoria palmeirense negou que esteja pressionando pela saída do jogador. José Carlos Brunoro refutou esta hipótese e disse que o assunto está sendo tratado pelo gerente Omar Feitosa, que não atendeu as ligações.