icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/06/2014
17:24

Grande sensação da Copa do Mundo até agora, com vitórias sobre Uruguai e Itália, além de um empate contra a Inglaterra - resultados que lhe garantiram o primeiro lugar do Grupo D -, a Costa Rica já pensa no próximo adversário, a Grécia, pelas oitavas de final, domingo, às 17h, na Arena Pernambuco, em Recife. Como esperavam enfrentar Colômbia ou Costa do Marfim, a seleção europeia não foi muito estudada, mas os jogadores costarriquenhos garantiram que passarão por aulas intensivas sobre o rival. E com um ótimo professor: o atacante Joel Campbell, que atuou pelo Olympiakos na temporada passada.

- Pensávamos na Colômbia e na Costa do Marfim, mas acabamos enfrentando a Grécia. Agora temos de mudar o chip e focar neles. É uma seleção que pouco sabemos. Então, hoje nos concentramos em estudar eles jogador por jogador e ver todos os jogos que fizeram no Mundial. Joel (Campbell) foi companheiro de três ou quatro jogadores gregos e nos disse que eles são fortes na defesa e possuem um contra-ataque mortal - afirmou Yeltsin Tejeda.

Os Ticos retornaram a Santos no início da madrugada desta quarta-feira e já treinaram na Vila Belmiro pela manhã. Como atuaram na terça-feira contra os ingleses, fizeram apenas um treino mais leve. Mas depois, caíram nos estudos sobre a Grécia.