icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/07/2014
15:28

Apontado como uma das principais promessas das categorias de base do clube nos últimos anos, João Schmidt foi emprestado pelo São Paulo ao Vitória de Setúbal (POR). O acordo foi anunciado na manhã deste domingo no site oficial do Tricolor, que cederá o garoto aos portugueses por uma temporada.

- Vai ser bom para minha carreira. É uma oportunidade muito boa que tenho para poder trabalhar e conquistar meu espaço no futebol. Vale pelo lado profissional e humano, pois vou morar fora e sozinho, poderei conhecer outra cultura, estar na Europa. Tudo isso tem um ganho importante - valorizou o jovem de 21 anos.

João estreou no time profissional no dia 18 de julho de 2012. Na ocasião, o São Paulo iniciava recuperação no Campeonato Brasileiro sob o comando de Ney Franco, mas acabou derrotado pelo Vasco da Gama por 1 a 0 no Morumbi. Canhoto e com boa visão de jogo, o garoto foi promovido no início daquele ano após se destacar na Copa São Paulo de Juniores ainda com o 'nome artístico' de João Felipe e foi apelidado pelo ex-presidente Juvenal Juvêncio de 'Colosso'.

Como o zagueiro João Filipe estava no elenco, passou a ser chamado de João Schmidt. Apesar dos elogios feitos por Ney Franco, Paulo Autuori e Muricy Ramalho, o volante nunca recebeu chances para se firmar no time principal. Agora a missão é ganhar ritmo de jogo em Portugal para ser convocado para a Seleção Brasileira que disputará os Jogos Olímpicos de 2016 e voltar em alta para o São Paulo.

- Sempre tive o sonho de jogar no São Paulo. Posso voltar um dia, com moral. Mas agora penso apenas em fazer uma grande temporada, aproveitar essa oportunidade de ganhar experiência. Às vezes a gente fica chateado de não jogar, mas é assim. O São Paulo me formou e sou muito grato por isso. Agora tenho o objetivo de voltar à Seleção e disputar as Olimpíadas. Para isso preciso estar jogando e me destacar - projetou João, que deixa o Morumbi com 16 partidas no profissional (uma em 2014).