icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
03/02/2015
14:59

No período entre os dias 5 e 7 de fevereiro, os brasileiros Jucelino Júnior e José Wilker estarão em Cali, na Colômbia, lutando por um objetivo que perseguem há muito tempo: garantirem uma vaga entre os dez atletas que disputarão o Campeonato Mundial de Salto de Penhasco em 2015.

Mas a tarefa não vai ser moleza. 19 concorrentes, de 12 nacionalidades diferentes, lutam por apenas cinco vagas para se juntarem a nomes como o atual campeão Gary Hunt, o russo Artem Silchenko e o colombiano multicampeão, Orlando Duque, que já tem dez títulos mundiais.

Familiarizado com a prova, Jucelino já participou de quatro temporadas do mundial, sempre como convidado. Agora tenta emplacar sua quinta participação, desta vez fazendo todas as etapas e brigando pelo título. Ser o primeiro brasileiro a garantir vaga entre os dez melhores também é o objetivo de José Wilker, que participa da classificatória pela primeira vez.

Entenda a competição:

Durante os dois dias de competição, os atletas terão que mostrar todo seu potencial para executar o mergulho perfeito e impressionar os jurados. Ao todo, serão quatro saltos por dia, sendo dois obrigatórios (com nível de dificuldade pré-determinado) e dois livres. No final, as notas dos oito saltos serão somadas para compor a pontuação final.

Os cinco melhores da qualificatória se juntarão aos outros cinco primeiros colocados de 2014 para compor a lista dos dez competidores oficiais que vão brigar pelo título de 2015.

Ano passado, o inglês Gary Hunt conquistou seu quarto título mundial, seguido pelo russo Artem Silchencko e o americano Steven LoBue. O colombiano Orlando Duque e o americano David Colturi garantiram as duas últimas vagas restantes e também confirmaram sua presença antecipadamente para o mundial de 2015, que terá seu início em Cartagena, Colômbia, no dia 25 de abril.

O Red Bull Cliff Diving é o campeonato mundial de saltos ornamentais de penhasco que vem tirando o fôlego dos espectadores desde 2009. Nele, os atletas desafiam a gravidade e combinam técnica e preparo físico em saltos de 27 metros de altura a queda livre, em que a única proteção é sua própria concentração e habilidade.