icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/07/2013
16:51

Um dos melhores jogadores da goleada do Palmeiras por 4 a 0 sobre o Oeste no último sábado, Valdivia voltou a se destacar na tarde desta quarta-feira, em coletivo realizado na Academia de Futebol. Com bastante movimentação e passes de qualidade em profundidade, o chileno comandou os titulares enquanto atuou - ele deixou a atividade no intervalo para ser poupado. A equipe principal abriu o placar com Vinicius, após passe de Wesley, e Serginho empatou. Wesley, de pênalti, ainda fez para os titulares, e Ananias completou o placar pelos suplentes: 2 a 2.

O presidente Paulo Nobre acompanhou parte da atividade na lateral do campo, vestido com terno marrom.

Com o camisa 10 tendo atuação de destaque, assim como no fim de semana, o técnico Gilson Kleina também repetiu a escalação utilizada em Presidente Prudente para bater a equipe do interior. A formação foi Fernando Prass; Luis Felipe, Henrique, André Luiz e Juninho; Márcio Araújo, Charles, Wesley e Valdivia; Vinicius e Leandro. No segundo tempo, além do camisa 10, Leandro deixou a atividade, e o time atuou assim: Prass; Luis Felipe, Vilson, André Luiz e Juninho; Henrique, Márcio Araújo, Wesley e Charles; Serginho e Vinicius.

O paraguaio Mendieta jogou no time reserva, que teve Bruno; Weldinho, Vilson, Tiago Alves e Fernandinho; João Denoni, Marcelo Oliveira, Ronny, Mendieta e Serginho; Caio. Com indisposição, porém, o camisa 8 saiu da atividade mais cedo, assim como Caio, que sentiu dores no pé direito e deixou o coletivo antes.

As condições do gramado do coletivo foram o ponto negativo da atividade. Com muita terra, o campo prejudicou um pouco o treino. O goleiro Fernando Prass quase escorregou ao sair da meta para dominar a bola na beira da grande área.

Os reforços Alan Kardec, Felipe Menezes e Eguren, este último apresentado nesta quarta, realizaram atividades físicas na sala de musculação e corrida em volta do gramado. Maikon Leite também ficou na academia. À parte, trabalhou outro grupo composto por Ayrton, Tiago Real e garotos oriundos da base.

Um dos melhores jogadores da goleada do Palmeiras por 4 a 0 sobre o Oeste no último sábado, Valdivia voltou a se destacar na tarde desta quarta-feira, em coletivo realizado na Academia de Futebol. Com bastante movimentação e passes de qualidade em profundidade, o chileno comandou os titulares enquanto atuou - ele deixou a atividade no intervalo para ser poupado. A equipe principal abriu o placar com Vinicius, após passe de Wesley, e Serginho empatou. Wesley, de pênalti, ainda fez para os titulares, e Ananias completou o placar pelos suplentes: 2 a 2.

O presidente Paulo Nobre acompanhou parte da atividade na lateral do campo, vestido com terno marrom.

Com o camisa 10 tendo atuação de destaque, assim como no fim de semana, o técnico Gilson Kleina também repetiu a escalação utilizada em Presidente Prudente para bater a equipe do interior. A formação foi Fernando Prass; Luis Felipe, Henrique, André Luiz e Juninho; Márcio Araújo, Charles, Wesley e Valdivia; Vinicius e Leandro. No segundo tempo, além do camisa 10, Leandro deixou a atividade, e o time atuou assim: Prass; Luis Felipe, Vilson, André Luiz e Juninho; Henrique, Márcio Araújo, Wesley e Charles; Serginho e Vinicius.

O paraguaio Mendieta jogou no time reserva, que teve Bruno; Weldinho, Vilson, Tiago Alves e Fernandinho; João Denoni, Marcelo Oliveira, Ronny, Mendieta e Serginho; Caio. Com indisposição, porém, o camisa 8 saiu da atividade mais cedo, assim como Caio, que sentiu dores no pé direito e deixou o coletivo antes.

As condições do gramado do coletivo foram o ponto negativo da atividade. Com muita terra, o campo prejudicou um pouco o treino. O goleiro Fernando Prass quase escorregou ao sair da meta para dominar a bola na beira da grande área.

Os reforços Alan Kardec, Felipe Menezes e Eguren, este último apresentado nesta quarta, realizaram atividades físicas na sala de musculação e corrida em volta do gramado. Maikon Leite também ficou na academia. À parte, trabalhou outro grupo composto por Ayrton, Tiago Real e garotos oriundos da base.