icons.title signature.placeholder Igor Siqueira e Thiago Correia
02/06/2014
13:43

O fato de a Arena Corinthians, estádio que receberá em dez dias a abertura da Copa-2014, não ter sido testada com capacidade máxima não é algo que preocupa o Comitê Organizador Local do Mundial. Quem assegura é CEO do COL, Ricardo Trade, que participou nesta segunda-feira da inauguração do IBC, no Rio.

- É suficiente, porque não houve nenhum problema grande. Claro que tem uma torneira ali, um pingo de água... Mas continuamos lá, já falei com o Andrés, estamos trabalhando, acompanhando as estruturas temporárias. Isso significa que lá dentro podemos fazer alguns testes, algumas ações, para compensar o fato de não ter tido a entrega em dezembro. Mas estamos bem confortáveis. Está excelente o teste. Ter 40 mil pessoas em cada um dos dois jogos foi suficiente – assegurou Trade.

Erros e setor precário marcam jogo-teste no padrão FIFA

Na visão do homem-forte da organização do Mundial, os problemas na chegada ao estádio para a partida entre Corinthians e Botafogo, além da entrada de torcedores sem ingresso, são problemas fáceis de serem resolvidos até do dia 12 de junho.

- Teste é pra isso, você averiguar o que pode melhorar. Além disso, o sistema de ingresso não é o usado na Copa do Mundo. Não pode se comparar. O fluxo de torcedores é uma ação que vamos ajustar com as autoridades. Vamos ter uma reunião hoje em São Paulo com estado e município em que vamos atacar esses pontos. Mas nada que tire o brilho do evento, que foi sensacional. Estive lá e pude conversar com as pessoas e observar. A avaliação que tivemos, principalmente em relação à entrada de público vindo via transporte público, nos traz um orgulho danado – completou.

A Arena Corinthians vai receber o jogo entre Brasil e Croácia e antes do Timão x Botafogo também recebeu o jogo do Corinthians contra o Figueirense.