icons.title signature.placeholder Michel Castellar
21/03/2014
16:37

O Rio recebeu na tarde desta sexta-feira um ultimato da Comissão de Coordenação do Comitê Olímpico Internacional (COI) para os Jogos de 2016 para que defina os responsáveis por cada gasto referente à organização do evento, porque ainda há pendências. A presidente da comissão Nawal El Moutawakel chegou a classificar de crucial para a realização das disputas uma reunião que ocorrerá no dia 27, em Brasília.

- Em 27 de março uma reunião crucial vai ocorrer em Brasília, com todos os principais representantes de governo. E nossa expectativa é a de que as responsabilidade de cada um seja esclarecidas para evitarmos atrasos mais significativos no futuro da entrega do projeto - afirmou Nawal.

Nenhum membro do COI participará da reunião em Brasília. Somente os representantes dos governos municipal, estadual e federal, além do Comitê Organizador Rio-2016. 

O diretor executivo do COI para Jogos Olímpicos, Gilbert Felli, endureceu ainda mais o discurso sobre a necessidade de definição de responsabilidades. E ressaltou que a falta dela poderá implicar em um atraso nos Jogos.

- Essa reunião é crucial porque alguns parceiros ainda não chegaram a um acordo sobre as responsabilidades dos Jogos. Essas reuniões acontecem normalmente mas chega um momento que é preciso definir quem fará cada coisa - frisou o diretor do COI, Gilbert Felli.