icons.title signature.placeholder Guilherme Cardoso
16/03/2014
18:11

Uma campanha para obtenção de recursos para a sequência do tratamento de Lais Souza foi lançada nas redes sociais. A iniciativa partiu do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), que, em um posicionamento enviado ao LANCE!Net pelo superintendente Marcus Vinícius Freire, disse que a ação foi realizada pensando no futuro da ex-ginasta e que o tratamento segue sendo bancado pelo COB:

- Pensando no futuro da Lais Souza, o COB está iniciando uma campanha para ajudá-la a se auto financiar no futuro, desde conseguir um professor de inglês para ela ainda em Miami, como uma bolsa de estudos em uma Universidade no Brasil, um coaching para prepará-la para dar palestras sobre suas experiências, como criar uma Fundação ou Instituto para a Lais. Neste momento, o tratamento dela continua sob a proteção do COB e dos seguros contratados pelo COB e pela CBDN (Confederação Brasileira de Desportos na Neve).

Vale lembrar que Lais permanece no Hospital da Universidade de Miami, acompanhada em Miami pelo Dr. Barth Green e o Dr. Antonio Marttos Jr., que também é medico do Time Brasil. Ela se acidentou em fevereiro, durante um treino de esqui em Salt Lake City, no estado de Utah, nos Estados Unidos.

Lais estava se preparando para os Jogos Olímpicos de Inverno, em Sochi (RUS), onde já havia se classificado para disputar a prova de esqui aéreo. O COB ainda informou que mesmo a atleta tendo se acidentado em um momento que não participava de nenhuma delegação do COB, arcou com a responsabilidade no processo de recuperação. Detalhes de quem está bancando as despesas também foram fornecidos.

- Na data do acidente, a Lais não participava de nenhuma delegação do COB, eliminatória ou classificatória para os Jogos Olímpicos. Mesmo assim, o COB assumiu todas as ações desde o momento do acidente da Lais. As despesas estão sendo bancadas pelo COB, com as apólices de seguro saúde do COB (para 700 atletas) e da CBDN (para os atletas de inverno). O seguro contra morte ou invalidez do COB cobre os atletas em Missões como os Jogos Olímpicos de Verão e de Inverno, os Jogos Olímpicos da Juventude, os Jogos Pan-americanos e os Jogos Sul-americanos - informou Marcus Vinícius Freire.

A campanha no Facebook tem o objetivo de comprar uma cadeira de rodas e um tablet para facilitar o processo de comunicação de Lais. Cerca de R$ 75 mil já teriam sido arrecadados neste sentido. As doações podem ser realizadas através de depósito em conta bancária.