icons.title signature.placeholder Igor Siqueira
10/03/2014
15:36

O Rio Branco-AC não quer ser disputar audiência do torcedor com a Libertadores. Por isso, o clube do Acre enviou uma solicitação à federação local para tentar junto à CBF o adiamento da partida de ida pela Copa do Brasil, contra a Chapecoense, na Arena da Floresta.

A justificativa apresentada pelo clube é que no mesmo dia - 9 de abril - acontece a última rodada da fase de grupos da Libertadores e estarão em campo times que, segundo o clube acriano, a torcida também tem o hábito de acompanhar: Flamengo, Botafogo e, em menor escala, o Cruzeiro.

A ideia do Rio Branco é que a CBF transfira a partida para o dia seguinte, mantendo o local e o horário (19h30, de Brasília). A diretoria de competições da CBF, no entanto, diz não ter recebido nenhuma solicitação para mudança de datas. Segundo o LANCE!Net apurou, é pouco provável que o Rio Branco tenha o pedido aceito.

No que depender da Chapecoense, o time do Acre também não terá a vontade atendida, como disse o presidente do time catarinense, Sandro Pallaoro.

- Não tem como jogar na quinta, porque sábado tem jogo pelo Estadual. Se com o jogo na quarta já está apertado para voltar a Santa Catarina para a rodada de sábado, imagina jogando quinta. Se o Rio Branco está preocupado com Flamengo, Botafogo e Cruzeiro, não joga a Copa do Brasil. Ele deveria pensar em no próprio clube e não nos outros. Não fomos consultados pela CBF, mas já digo que é um requerimento fora de cogitação - avisou o dirigente ao L!Net.