icons.title signature.placeholder Daniel Guimarães
16/12/2013
16:55

Como previu a Polícia Militar, o clima ficou tenso entre os torcedores que foram protestar em frente ao prédio onde se encontra o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no centro do Rio de Janeiro. Donos de estabelecimentos próximos chegaram a fechar as lojas, a entrada do prédio foi parcialmente fechada e a entrada está sendo controlada.

Após os protestos começarem com poucos torcedores, tanto do Flamengo como do Fluminense, os ânimos se exaltaram com o aumento do número de tricolores. No começo, flamenguistas chegaram com cartazes e até um tapete grande. Mas os cerca de 60 torcedores do Fluminense responderam com cantos de apoio ao time e xingamentos aos rubro-negros. Os tricolores não param de chegar a porta do STJD. Muitos deles estão chegando após o fim do expediente de trabalho e encontrando outros amigos para engrossar o coro do protesto.

O Tenete-Coronel Bittencourt, que comanda o policiamento na região, comentou como será ação da Polícia Militar:

- O efetivo é de aproximadamente 40 homens, e contamos ainda com o apoio do GEPE (Grupamento Especial de Policiamento em Estádios). Até o momento, foi só provocação sadia. O GEPE já conhece esses torcedores e houve uma conversa. Garantiram que não haverá problemas.