icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/11/2013
22:36

Em entrevista coletiva após a vitória por 2 a 1 do Internacional sobre o Botafogo, neste domingo, no Centenário, o técnico Clemer refutou a hipótese de que a equipe "cumprirá tabela" no Campeonato Brasileiro.

– O jogador que falar que acabou o campeonato, eu vou mandar embora. O Brasileirão ainda não acabou, teremos quatro jogos e ainda precisamos "encorpar" cada vez mais – garantiu o treinador.

Clemer afirmou que o estilo de jogo do Colorado deve ser encontrado aos poucos.

– Vamos precisar continuar o trabalho e não deixar a peteca cair. Hoje (domingo) conseguimos nos superar diante de uma equipe de qualidade, como o Botafogo, que está entre os quatro. Teremos dois jogos difíceis, fora de casa, contra o Atlético-MG e Goiás, que estão nas primeiras posições – declarou.

O treinador destacou o fato de o zagueiro Jackson ter garantido a vitória ao Colorado.

– Quando ele marcou o gol contra no Gre-Nal (empate em 2 a 2, em 20 de outubro), falei que não seria o primeiro nem o último que ele faria na vida. Jackson é um jogador intenso, que não é à toa que está na titularidade do Inter – disse Clemer, que estendeu os elogios a João Afonso e Nathan, atletas vindos da base colorada.

Questionado em relação à "facilidade" que traria saber a definição de seu destino no comando do Inter, Clemer foi enfático:

– Para mim e para qualquer treinador seria bom saber que sou treinador do Internacional ou não, isso é ideal. Mas, como a diretoria está seguindo este caminho, eu vou fazer este meu trabalho jogo a jogo.

Clemer ainda falou sobre os recentes protestos da torcida do Internacional contra a diretoria.

– O protesto e a cobrança fazem parte do dia a dia. Se eles não acontecessem, não haveria um resultado. Mas a torcida sempre surpreende. Hoje (domingo) não esperava que viria em tão grande número, mas nos apoiou durante toda a partida – finalizou o comandante.

O Internacional de Clemer volta a entrar em campo pelo Brasileirão na próxima quinta, quando visitará o Atlético-MG, na Arena Independência, a partir das 21h.