icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/11/2013
22:34

Tudo na conta da arbitragem: o discurso no vestiário do Internacional foi basicamente esse após a derrota por 3 a 1 para o Goiás, no Serra Dourada. O técnico Clemer e os jogadores reclamaram muito da postura do árbitro Wágner Reway. O treinador afirmou que o gol em impedimento de Walter, validado no primeiro tempo, atrapalhou a concentração dos colorados durante o jogo.

- Já foi contra o São Paulo, contra o Atlético-MG, agora contra o Goiás. Fica difícil trabalhar, se você fala é punido. Está trabalhando, o time bem postado em campo, conseguimos fazer o gol em uma equipe que é o Goiás e eles arrumam um gol impedido, desestabiliza muito. É um time com jogadores novos, fazendo experiências, fica difícil. Hoje a arbitragem influenciou diretamente no placar, fica difícil dar uma estabilidade - explicou o técnico Clemer.

E MAIS
> Colorados reclamam do árbitro: 'Até quando vão roubar o Inter?'
> De virada, Goiás engole o Inter no Serra Dourada e retoma lugar no G4

O gol de Walter, no primeiro tempo, trouxe intranquilidade aos colorados em campo. Assim como o cartão vermelho do centroavante, que complicou a situação. Com a derrota, que deixou o Goiás em terceiro colocado, o Inter fica a quatro pontos da zona de rebaixamento e se complicou no Brasileirão.

- Ansiedade ocorre no jogo quando acontece alguma coisa que prejudica. O time estava muito bem, estavamos jogando muito bem, com chance de gol, fizemos logo um gol e deu uma tranquilidade, bem postada e marcando bem. Quando acontece uma situação como essa, vem a ansiedade. Se a gente for bater, vão dizer que estão colocando culpa na arbitragem. O empate foi quando a gente estava bem e tava um a 0. Depois os jogadores ficam nervosos, aí o Rafael vai expulso, aí é difícil segurar. Tem que ter tranquilidade, trabalhar a semana toda de novo, para não ser prejudicado domingo contra o Coritiba - completou Clemer.